Mineiro, o artilheiro da humildade

Luiz Felipe de Souza Salvador “Mineiro” (1988) é jogador de futebol, considerado um dos melhores atacantes contemporâneos de Sumaré. Foi campeão e artilheiro da Copa Metropolitana pelo Unidos da Vila (Picerno) em 2019. Mineiro, nasceu na cidade de Contagem na região metropolitana de Belo Horizonte/MG.
Desde a infância, já revelava o seu talento para o futebol, jogando com os amigos na escola foi visto por um olheiro do América Mineiro, convidado para fazer um teste, aceitou, fez o teste, foi aprovado e passou a integrar as categorias de bases do Coelho.
Mesmo com todo o seu talento, as coisas não estavam dando certo, disputou alguns campeonatos mineiros das categorias de base, chegando jogar até fora do Brasil, entretanto o seu destino era São Paulo. Se o futebol profissional não quis o seu talento, a várzea o recebeu de braços abertos, Mineiro logo se tornou um dos jogadores mais valorizados e pleiteados pelos clubes amadores.
Na várzea jogou pelo Cantareira (Heliópolis – São Paulo), Triunfo e Unidos da Vila Azenha ambos de Nova Odessa, 4M de Monte Mor, Estrela Vermelha de Hortolândia em solo sumareense defendeu Liverpool, Fumaça e Unidos da Vila (Picerno). “Tenho certo carinho pelo Inter de Nova Odessa, minha primeira equipe, hoje não existe mais, foi uma época onde fiz muitos amigos”, comenta.
Mineiro falando do seu início no futebol amador da região.
Mineiro tem uma relação de legal com a Copa Metropolitana de Futebol Amador de Campinas, principal competição regional do interior paulista, nas últimas cinco edições, esteve em quatro finais, 2015, campeão e artilheiro com Unidos da Vila Azenha (Nova Odessa), 2017, vice-campeão com Fumaça (Sumaré), em 2018, vice-campeão e artilheiro com Unidos da Vila (Picerno – Sumaré) e 2019, campeão e artilheiro com o Unidos da Vila (Picerno – Sumaré).
Há onze anos defende o time do Jardim Picerno, neste período conquistou os principais títulos da UDV, sempre disputando a artilharia dos campeonatos. Centroavante de raciocínio rápido agiu com a bola, bom no drible e de cabeceio certeiro, raça e humildade completam as características deste jogador fora de série.
Mineiro reconhece que não é mais um garoto, entretanto tem muita lenha para ser queimada. “Meu sonho de ser jogador profissional não se realizou, mas o sonho segue com Evandro, meu filho que ama futebol. Pretendo jogar duas ou três temporadas, buscar mais dois títulos importantes, para encerrar bem minha trajetória na várzea e depois me tornar um membro da comissão técnica do Unidos da Vila”, explica Mineiro, falando do seu futuro no amador.
“O futebol está no sangue da minha família, meu pai, Seu Manoel Salvador, jogou muita bola, um craque, meu filho adora jogar futebol, incentivo ele buscar o seu sonho de ser atleta profissional, minha sobrinha Maria Eduarda é louca pelo Unidos da Vila, ama futebol, ta nosso sangue”, comenta Mineiro.
Mineiro gosta de fazer churrasco com a família, claro o assunto predominante é futebol. O filho e a sobrinha adoram futebol e são apaixonados pela bola. Ele tem um carinho muito especial pelos times onde joguei, porém foi no UDV que encontrou o seu melhor momento no futebol.
“Minha família é enraizada no Jardim Picerno, além de ser jogador sou torcedor, um dos fundadores da Fúria Azul. Tenho uma linda história com o clube e sempre agradeço pelo carinho recíproco. Agradeço de coração pelos projetos sociais que são realizados pelo clube, principalmente com as crianças da comunidade e adjacência”, finaliza Mineiro, o artilheiro da humildade.

Sábado, 25 de Julho de 2020

Veja Também

EC Viel, lealdade, garra e determinação

Há quatro anos um grupo de amigos se reunia nas resenhas após jogar a tradicional ...