Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.

Hospital de Campanha do Ibirapuera recebe 130 pacientes da macrorregião

Governo do Estado anunciou no último dia 08 de julho que unidade passaria a atender pacientes da região do DRS-7

Desde que foi inaugurado, em 1º de maio, o Hospital de Campanha do Ibirapuera, em São Paulo, já recebeu cerca de 130 pacientes com Covid-19 oriundos das 42 cidades da área atendida pelo DRS-7 (Departamento Regional de Saúde de Campinas) – incluindo Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa e Paulínia. O Hospital tem, no momento, 132 pacientes internados, sendo 35 da região de Campinas, mas já atendeu a 1.851 pessoas no total, deu 1.338 altas e registrou dez óbitos. A unidade conta com 268 leitos, sendo 240 leitos de enfermaria e 28 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
O envio de pacientes da região para a unidade na capital havia sido anunciada no último dia 08/07 pelo Governo do Estado, como forma de “desafogar” principalmente os leitos de UTI da região do DRS-7, dos quais mais de 80% estavam ocupados naquele momento. A decisão também atendeu a um pedido dos prefeitos da RMC (Região Metropolitana de Campinas).
O Hospital do Ibirapuera também vai receber pacientes de outra região do interior, a de Piracicaba. A medida foi anunciada terça-feira (14/07) pelo Governo do Estado. Outra ação neste sentido é a ampliação de leitos de Terapia Intensiva no Hospital Regional Dra Zilda Arns, em Piracicaba.
“O Hospital Regional, que já é referência para casos do novo coronavírus, passa a contar agora com 92 leitos exclusivos ao tratamento de pacientes diagnosticados com a doença. A ampliação inclui 12 novos leitos de UTI adulto, que somam-se a outros 38 leitos do tipo e mais 42 de enfermaria. A ativação dos novos leitos será gradativa no decorrer de julho”, apontou o Governo.
“Outro grande reforço para aprimorar o atendimento aos casos da região foi a definição de encaminhamento preferencial ao Hospital de Campanha do Ibirapuera, uma vez que já se verifica redução da demanda de internação na cidade de São Paulo. Medida similar foi estabelecida para a região de Campinas na semana passada e anunciada em coletiva de imprensa no dia 08 de julho”, lembrou o Estado.
“Recentemente, direcionamos casos de Campinas para encaminhamento preferencial ao Hospital do Ibirapuera, e agora estamos incluindo Piracicaba nesta diretriz”, disse o secretário executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano. “As duas medidas reafirmam a dedicação do Governo do Estado à missão de salvar vidas, por meio da ampliação da rede pública de saúde para enfrentamento da pandemia”, complementou.
O Hospital de Campanha do Ibirapuera é referenciado e recebe pacientes encaminhados por outros serviços, com apoio da CROSS (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde). Possui, além de sala de descompressão, consultórios médicos e tomografia. Mantém estratégias de humanização voltadas ao acolhimento e contato com os familiares sobre os pacientes internados, garantindo a prevenção à Covid-19 por meio do isolamento social.
A unidade instalada pelo Governo do Estado no Complexo Desportivo do Ibirapuera conta com wi-fi para que todo paciente com bom estado de saúde possa usar o seu celular pessoal, para fazer contato com familiares e utilizar suas redes sociais. Além disso, no momento da internação, a família recebe um contato de WhatsApp do Serviço Social para que possa tirar dúvidas ou entrar em contato sempre que preciso. O hospital também envia boletins diários com atualizações por meio de ligações, mensagens ou vídeo-chamadas. Caso haja alguma dificuldade de contato há também um serviço de apoio à família para auxiliar a comunicação.

Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Veja Também

Sumaré deve ganhar uma unidade do Poupatempo Paulista ainda neste ano

Notícia foi confirmada pelo deputado Dirceu Dalben e comemorada pelo prefeito Luiz Dalben; Hortolândia também ...