Sumaré recebe mais 5 respiradores, que vão equipar novo Hospital de Campanha

Governo de SP distribui mais 179 respiradores nesta semana ao interior, litoral e Região Metropolitana da capital

O Governo de São Paulo distribui nesta semana mais 179 respiradores para hospitais de 45 cidades localizadas no interior e na Grande São Paulo, permitindo a abertura de novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes de Covid-19 e “garantindo atendimento a casos graves provocados pelo novo coronavírus”. Desse total, cinco serão destinados ao novo Hospital de Campanha de Sumaré, em fase final de montagem.
A destinação será feita a serviços localizados em dez DRSs (Departamentos Regionais de Saúde). Para a região de Campinas, são 11 equipamentos – sendo cinco para o Hospital de Campanha de Sumaré, quatro para a Santa Casa de Valinhos e dois para a Prefeitura de Monte Alegre do Sul. No Hospital Regional de Piracicaba, outros 12 respiradores permitirão a abertura de 12 novos leitos de UTI.
A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Sumaré confirmou ter sido informada na terça-feira sobre a disponibilização, pelo Governo do Estado, dos cinco novos respiradores para a cidade. “Os equipamentos serão instalados no Hospital de Campanha (montado no prédio do antigo Hospital Madre Theodora, na região de Nova Veneza). A chegada dos respiradores está prevista para esta sexta-feira. O Hospital de Campanha está em fase final de implantação”, esclareceu a Prefeitura.
No início de junho, Sumaré já havia recebido do Estado os primeiros cinco equipamentos do tipo, que foram instalados pela Secretaria de Saúde da cidade na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h do Jardim Macarenko – que desde o início da pandemia foi equipada para funcionar como a principal unidade respiratória da Rede Municipal de Saúde.
“O total de respiradores colocados nos municípios no Estado de São Paulo já supera os 2.500, o que possibilitou mais do que dobrar a nossa capacidade hospitalar de leitos de UTI”, afirmou Marco Vinholi, secretário estadual de Desenvolvimento Regional. “O Estado de São Paulo já recebeu até aqui 3.345 respiradores, parte deles por meio de doação. Seguimos ampliando a liberação de respiradores para todo o estado, fortalecendo a rede assistencial”, afirmou o secretário executivo da Saúde, Eduardo Ribeiro Adriano.
“A distribuição (dos respiradores) é técnica e feita para locais com maior demanda de internações por Covid-19 e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da Rede Pública de Saúde. Para enfrentamento à pandemia, o Estado de São Paulo dobrou o número de leitos de terapia intensiva no SUS, ultrapassando 8 mil leitos do tipo. Com a chegada de mais respiradores, a rede segue em franca expansão”, acrescentou o Governo.

CAMPANHA
O desativado hospital privado Madre Theodora, em Nova Veneza, vem sendo preparado há semanas pela Prefeitura para ser um hospital de campanha na cidade. Desde março, o plano municipal de enfrentamento à pandemia já previa essa possibilidade, caso fosse necessário.
A implantação do Hospital de Campanha no prédio desativado foi intermediada pelo prefeito Luiz Dalben, por meio de uma parceria da Prefeitura com o grupo empresarial Amil, proprietário do espaço, e com o Governo do Estado, conforme anunciado pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Por isso, o Hospital de Campanha de Sumaré também está no Plano de Contingência Regional do Departamento Regional de Saúde de Campinas.
O espaço foi preparado na estrutura do antigo hospital, não necessitando ser montado ou adaptado em um barracão ou espaço público. Serão implantados 20 leitos viabilizados pelo Município, sendo cinco de estabilização com ventilação mecânica. Além disso, há estrutura para ampliação do hospital com mais 56 leitos de UTI viabilizados pelo Governo do Estado, além dos diversos leitos de enfermaria, conforme solicitado pela Prefeitura, utilizando a área construída de 10 mil metros quadrados do hospital.

Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Veja Também

Comércio da RMC fatura 10,35% mais em agosto que em julho, aponta Acic

No entanto, faturamento acumulado do setor regional ainda é quase 19% menor do que no ...