Sumaré confirma 8 óbitos por Covid-19, e região já tem 151 mortes pela doença

Foram confirmados mais 169 pacientes que testaram positivo para o coronavírus, totalizando 3.530 casos na microrregião

As prefeituras de Sumaré e Hortolândia confirmaram nos seus boletins de quarta-feira (08/07) mais dez óbitos pela Covid-19, elevando o total de mortos pelo novo coronavírus na área de atuação do Jornal Tribuna Liberal a 151 desde o início da pandemia. Também foram confirmados ontem mais 169 pacientes que testaram positivo para o vírus (entre mortos e vivos), totalizando 3.530 casos da nova doença na microrregião. O índice de letalidade da doença entre os pacientes positivados subiu novamente, para 4,3%.
Além disso, há, segundo as cinco prefeituras, 1.551 pacientes ainda considerados “suspeitos”, ou seja, aguardando resultados de exames laboratoriais para a doença, além de 230 pacientes internados (muitos deles em Unidades de Terapia Intensiva na região e em outros municípios), 2.465 pacientes já considerados curados e ao menos 16 óbitos em investigação.
Com mais 105 pacientes positivados, Paulínia manteve a 1ª colocação no ranking regional, agora com 1.198 casos – alcançando uma elevada taxa de incidência de 1.094,8 casos para cada 100 mil habitantes, mais de quatro vezes superior à taxa de Nova Odessa, por exemplo (que tem 247,6 casos para cada mil pessoas). Em contrapartida, Paulínia tem a menor incidência de óbitos por Covid-19, com “apenas” 12,7 mortes por 100 mil pessoas (Monte Mor chega a 28,4).

VÍTIMAS
Em Sumaré, as oito novas vítimas fatais confirmadas na quarta-feira incluem um homem de 66 anos sem comorbidades que faleceu no dia 02/07 no Hospital Municipal de Nova Odessa, e mais 7 pessoas que faleceram na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h do Jardim Macarenko, incluindo: uma mulher de 40 anos portadora de comorbidades que faleceu dia 29/06; uma idosa de 73 anos com comorbidades que faleceu dia 04/07; uma idosa de 89 anos com comorbidades que faleceu dia 24/06; um idoso de 84 anos com comorbidades que faleceu dia 1º/07; uma idosa de 72 anos que faleceu dia 29/06 e que não tinha comorbidades, apenas a idade avançada; uma mulher também idosa, de 88 anos, com comorbidades e que faleceu dia 1º/07; e um idoso do sexo masculino de 83 anos, com comorbidades, que morreu no último dia 29 de junho.
Já a Prefeitura de Hortolândia informou que os dois óbitos confirmados na quarta-feira foram o de uma paciente idosa, de 78 anos, que estava internada na Unidade Respiratória da UPA Nova Hortolândia desde 28/06, que chegou a receber alta no dia 30, mas foi novamente internada no dia 05/07, não resistindo e falecendo no mesmo dia; e o de uma mulher de 91 anos que deu entrada na Unidade no dia 30/06, vindo a morrer no último dia 02/07. Ambas as pacientes tinham outras comorbidades.

ESTADO E PAÍS
O Governo de São Paulo informou na quarta-feira mais 313 óbitos pela Covid-19, totalizando 16.788 vítimas fatais no Estado, além de 8.657 novos casos da doença, somando 341.365 testes positivos desde o início da pandemia.
Do total de casos diagnosticados de Covid-19, 199.005 paulistas já estão recuperados, sendo que 49.826 tiveram de ser internados em algum momento. A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) era 64,5% no Estado como um todo, com 5.616 pacientes em terapia intensiva.
Já o painel do Ministério da Saúde apontava ontem mais 1.223 novas mortes pelo novo coronavírus em 24 horas, elevando o total de vítimas fatais no país a 67.964, além de 44.571 novos casos positivados de Covid-19, totalizando 1.713.160 brasileiros na estatística da pandemia.

Quinta-feira, 9 de Julho de 2020

Veja Também

MP libera quase R$ 2 bi para produção de 100 milhões de vacinas da Covid-19

Recursos federais são destinados para vacina da Universidade de Oxford, que está na última fase ...