Hortolândia e Monte Mor registram três óbitos por Covid; região vai a 37

Área de cobertura do Tribuna Liberal vê total de mortes pelo coronavírus subir 32,1% em apenas uma semana; total de casos vai a 732

As prefeituras de Hortolândia e Monte Mor informaram na sexta-feira (05/06) três novos óbitos comprovadamente causados pelo novo coronavírus, elevando o total de mortes nas cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal a 37. Foram dois óbitos em Hortolândia, que chegou a 18, e um em Monte Mor, o 3º da cidade. Em uma semana, o total de mortes pela Covid-19 cresceu assustadores 32,1% na microrregião, com nove mortes a mais em 7 dias.
Com 52 novos casos positivos de Covid-19 em 24 horas, a microrregião chegou na sexta-feira a 732 ocorrências confirmadas da doença. Apenas Paulínia, que iniciou nesta semana um amplo programa de testagem de profissionais de Saúde e Segurança, registrou 17 novos casos ontem. Em uma semana, a microrregião registrou 199 novos casos, um crescimento de 37,3% na pandemia em apenas 7 dias.
Havia ainda, até sexta-feira, 59 pacientes internados, 480 curados, 550 ainda considerados “suspeitos” (aguardando o resultado de exames laboratoriais) e 1,4 mil casos já descartados para o novo coronavírus. Em Hortolândia, o primeiro dos dois novos óbitos, de número 17, foi de um idoso de 80 anos que havia sido internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia no último dia 26 de maio. O material para exame laboratorial foi coletado no mesmo dia.
Em seguida, o paciente foi transferido, já em estado grave, para o HES (Hospital Estadual de Sumaré), vindo a morrer no último dia 1º de junho. O resultado do exame, confirmando a causa como Covid-19, saiu ontem.
Já o caso fatal de número 18 trata-se de uma paciente mulher de 59 anos também internada na Unidade Respiratória no último dia 27 de maio. Ela faleceu no mesmo dia, mas o resultado dos exames positivos para o novo coronavírus só saíram na sexta-feira, 05 de junho.
“Ambos os pacientes tinham outras comorbidades”, salientou a gestão, referindo-se a doenças ou condições de saúde pré-existentes que afetam a capacidade do sistema imunológico, o que leva a pessoa a ser incluída nos chamados “grupos de risco” para a nova doença.
Em Monte Mor, o novo óbito – o terceiro de um morador da cidade – trata-se de um homem de 62 anos residente no Jardim Colina. Ele deu entrada no dia 25 de maio no HAOC (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), em Indaiatuba, onde permanecia internado, mas não resistiu e morreu na sexta-feira (05/06). O corpo será sepultado neste sábado no Cemitério Municipal de Monte Mor.
A Secretaria de Saúde de Nova Odessa confirmou na tarde de sexta-feira mais dois casos de infecção pelo novo coronavírus. Agora, o município contabiliza 46 pessoas contaminadas desde o início da pandemia. Duas delas morreram. Os dois pacientes que tiveram a doença confirmada são homens. Um deles tem 57 anos e mora no Jardim Maria Helena e o outro, 37 e reside no bairro Maria Raposeiro Azenha. Ambos apresentam bom quadro clínico, de acordo com a secretaria, e cumprem medida de isolamento domiciliar sob monitoramento da Vigilância Epidemiológica.

ESTADO E PAÍS
O Estado de São Paulo registrava até a sexta-feira (05/06) 8.842 mortes e 134.565 casos confirmados pelo novo coronavírus. Entre as pessoas diagnosticadas com a Covid-19, 24.616 foram internadas, curadas e tiveram alta hospitalar. As taxas de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) mantinham-se estáveis, com 80,5% na Grande São Paulo e 71% no Estado como um todo. O número de pacientes internados era de 12.231, sendo 7.700 em enfermaria e 4.531 em Unidades de Terapia Intensiva.
Já o Brasil alcançou, na quinta-feira (04/06), dado mais recente disponível até o fechamento desta edição), 34.021 óbitos pelo novo coronavírus, após bater um novo recorde diário de mortes, com 1.473 registros em 24 horas. Eram ainda 614.941 casos positivos de Covid-19, ou 30,9 mil a mais que na quarta-feira.

Sábado, 6 de Junho de 2020

Veja Também

Ex-patroa cometeu crime de abandono de incapaz no Caso Miguel, diz advogado

Criminalista Leonardo Pantaleão diz que conduta induz a uma intenção deliberada com consequência causal e ...