Ministério da Saúde habilita 34 novos leitos de UTI em Sumaré e Hortolândia

Homologação garante R$ 4,89 mi em recursos federais imediatos para o custeio dos novos leitos no Hospital Estadual e no Mario Covas

O Ministério da Saúde informou na quarta-feira (03/06) ter habilitado, no último dia 28 de maio, 34 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adulto na área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal. São 24 leitos a mais no HES (Hospital Estadual de Sumaré Dr. Leandro Franceschini) e mais dez no Hospital e Maternidade Municipal Governador Mario Covas, mantido pela Prefeitura de Hortolândia.
A homologação garante ainda o recebimento de R$ 4.896.000,00 em recursos federais imediatos para o custeio dos novos leitos, sendo R$ 3.456.000,00 para o HES, que serve como unidade de referência para o tratamento de pacientes graves de Covid-19 de toda a região (incluindo as cidades de Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Americana e Santa Bárbara d’Oeste), e R$ 1.440.000,00 para o Mario Covas.
No caso do Hospital Estadual, administrado pela Funcamp (Fundação de Desenvolvimento da Unicamp), os novos leitos já estão em funcionamento desde março, época em foi feito o pedido de homologação e liberação dos respectivos repasses para seu custeio. Atualmente, o HES conta com estes 24 novos leitos intensivos e 34 de enfermaria separados para o tratamento de pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, o que exige isolamento total do restante do Hospital.
Destes totais, 16 leitos da “UTI de Covid” estão ocupados, e nenhum na enfermaria especial para pacientes respiratórios. Desde o início da pandemia, no entanto, o Estadual já atendeu a 114 casos de síndrome respiratória aguda grave, dos quais, 32 foram confirmados Covid-19. Antes dos novos leitos, o HES contava com 46 leitos de UTI, sendo 22 neonatais, 6 pediátricos e 18 adultos. Agora, são 70 no total.

MARIO COVAS
Os 10 novos leitos de UTI no Hospital Mario Covas homologados agora pelo Ministério da Saúde também já vêm sendo utilizados pela Prefeitura de Hortolândia desde o último dia 18 de maio. Eles compõem a primeira ala da Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Municipal, para casos de alta complexidade.
Segundo a Prefeitura, cada leito é equipado com monitor multiparâmetro, bomba de infusão e ventilador mecânico (fundamental para o atendimento de pacientes com SRAG – Síndrome Respiratória Aguda Grave, provocada pelo novo coronavírus). O paciente será acolhido por uma equipe médica especializada e tratamento humanizado. Destes 10 leitos, um deles é adaptado para pacientes que tenham várias patologias associadas e precisem de isolamento total.

BRASIL
Segundo o Ministério, desde o início de abril já foram habilitados 7.441 leitos de UTI, sendo 231 de UTI pediátrica, voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus em todo o país, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde). O investimento federal imediato nessa ampliação é da ordem de R$ 1 bilhão – recurso que já foi pago, em parcela única, aos estados e municípios, e são voltados ao custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto durar a pandemia.
Apenas na semana entre os dias 20/05 e 28/05, o Ministério habilitou mais 1.299 leitos, ao custo de R$ 187 milhões. Desse total, 976 receberam habilitação no dia 28/05, da quais 426 no Estado de São Paulo. “O gestor (estado ou prefeitura) recebe o recurso mesmo que o leito não seja utilizado”, salientou a pasta.
O pedido de habilitação para o custeio dos leitos de UTI para Covid-19 é feito pelas secretarias estaduais ou municipais de Saúde, que garantem a estrutura necessária para o funcionamento dos leitos. O Ministério da Saúde, por sua vez, garante o repasse de recursos destinados à manutenção dos serviços.
No início de abril, o Ministério da Saúde publicou a Portaria nº 568, que dobrou o valor do custeio diário dos leitos de UTI Adulto e Pediátrico de R$ 800 para R$ 1,6 mil, em caráter excepcional, exclusivamente para o atendimento dos pacientes com coronavírus. “Com isso, esses leitos habilitados temporariamente já começam a receber o valor diferenciado do incentivo. Outros pedidos estão em análise pela pasta para publicação a qualquer momento”, completou o órgão do Governo Federal.

Quinta-feira, 4 de Junho de 2020

Veja Também

Ex-patroa cometeu crime de abandono de incapaz no Caso Miguel, diz advogado

Criminalista Leonardo Pantaleão diz que conduta induz a uma intenção deliberada com consequência causal e ...