Unicamp cria Núcleo de Voluntariado para enfrentar Covid e pede doações

Hospital das Clínicas da Universidade já se prepara para receber grande demanda regional de pacientes que vão precisar de internação

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) criou um Núcleo de Voluntariado para atuar durante a pandemia do novo coronavírus, e também está pedindo doações de itens e valores para auxiliar em suas atividades. O voluntariado terá “objetivos amplos”, desde a possibilidade de atendimento telefônico a pessoas que estão isoladas e precisam compartilhar ideias e necessidades, a forças-tarefas que busquem doações financeiras, de bens ou produtos para auxiliar a área de saúde da Unicamp “na dura tarefa de atender pacientes que busquem ajuda e são internados por causa da Covid-19”.
Devido à sua estrutura de atendimento, com capacidade para 18 leitos de isolamento, o HC (Hospital das Clínicas) da Unicamp, também situado no compus da universidade em Barão Geraldo, é um dos hospitais de referência da região de Campinas para casos considerados graves Covid-19, com leitos para atendimento de pacientes que precisem de ventilação mecânica, por exemplo. O HC até já instalou, em seu estacionamento, um hospital de campanha para receber esses pacientes encaminhados por Unidades de Saúde de toda a região.
“Buscamos também, com esta página, atender os alunos da graduação e pós-graduação, que necessitem de infraestrutura mínima de apoio para continuar frequentando remotamente suas aulas. Neste sentido, solicitamos a doação de equipamentos, tais como smartphones, tabletes e computadores que possam auxiliar estes alunos em atividades didáticas não-presenciais”, acrescentou a Reitoria.
A Área de Saúde da Unicamp é formada por um complexo hospitalar envolvendo o HC, o HES (Hospital Estadual de Sumaré Doutor Leandro Franceschini), o Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti, também conhecido como Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher), e por setores de apoio como o Hemocentro, o Centro de Diagnóstico de Doenças do Aparelho Digestivo (Gastrocentro) e o Cepre (Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação Prof. Dr. Gabriel O.S. Porto). Essa área como um todo está inserida na FCM (Faculdade de Ciências Médicas) e realiza atividades de Ensino, pesquisa, assistência e extensão.
“As atividades de Assistência à Saúde abrangem uma região do Estado de São Paulo com uma população em torno de 6,5 milhões de habitantes, provenientes de Campinas, da macrorregião de Campinas e do sul de Minas Gerais”, lembrou a instituição.

DOAÇÕES
A Saúde da Unicamp “está envolvida intensamente no atendimento da pandemia do coronavirus, na condição de estrutura credenciada para atender a esta grave situação”. “No entanto, neste momento, os recursos financeiros e insumos são a grande preocupação para atender uma demanda que, certamente, estará acima das atuais possibilidades. Há necessidade de mobilização da Universidade, do Estado e da população para enfrentar esta urgente situação”, reforçou a Reitoria.
“Há também a necessidade de pessoas voluntárias para buscar insumos que precisam ser adquiridos pela DGA (Diretoria Geral de Administração). A DGA não está conseguindo comprar vários insumos para área de Saúde em decorrência do fechamento do Comércio. Haverá, portanto, necessidade de buscar por fornecedores, ou mesmo diretamente nos fabricantes”, acrescentou a Universidade.
Por isso, foram criadas contas bancárias específicas para contribuição e depósito de recursos financeiros para a compra de equipamentos destinados ao Ensino não presencial, insumos e equipamentos para a área da Saúde, bem como apoio financeiro para implantar, na Unicamp, infraestrutura destinada à aplicação de testes diagnósticos, que estão sendo desenvolvidos por um grupo de pesquisadores da Universidade. Confira as contas em https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2020/03/23/unicamp-tera-nucleo-de-voluntariado-para-enfrentar-coronavirus. “A prestação de contas das doações será pública e transparente”, finalizou a Unicamp.

Quarta-feira, 25 de Março de 2020

Veja Também

90% das vagas no Assai Atacadista são preenchidas por hortolandenses

Novo empreendimento comercial de grande porte da cidade, rede inaugurou sua nova loja no Remanso ...