????????????????????????????????????

N. Odessa investiga morte suspeita por Covid e anuncia R$ 2 mi para combate

Vítima suspeita é um homem de 96 anos que já tinha uma doença pulmonar crônica e faleceu ontem no Hospital Municipal da cidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa confirmou ontem que apura a morte de um homem de 96 anos da cidade por suspeita de contaminação pelo novo coronavírus. Segundo o órgão da Prefeitura, no entanto, o paciente já tinha uma doença pulmonar crônica anteriormente. Ele foi levado por familiares ao Hospital Municipal Doutor Acílio Carreon Garcia nesta terça-feira (24/03), após crise respiratória, e morreu na unidade logo após dar entrada.
O material para exames que possam confirmar ou não a presença do novo vírus no organismo do idoso foi colhido normalmente pela equipe e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência para testagem do coronavírus no Estado de São Paulo. “Diante do protocolo do Ministério da Saúde, a morte é considerada suspeita por conta da pandemia”, apontou a Secretaria de Saúde.
Até ontem, a cidade permanecia com seis notificações de suspeitas de infecção pelo novo coronavírus, com um destes suspeitos já negativados, quatro aguardando os resultados dos exames e a morte suspeita do idoso no HMNO – sem nenhum caso positivo, portanto.

CAIXA
Também ontem, a Secretaria anunciou que vai receber um aporte de R$ 2 milhões “extras” para combater a pandemia de coronavírus no município. O dinheiro virá do Fundo Municipal de Preservação de Recursos Hídricos (R$ 1 milhão), do Fundo Municipal de Habitação (R$ 600 mil) e da antecipação da devolução do duodécimo da Câmara Municipal (R$ 400 mil).
O recurso será investido na compra de insumos para a pasta. O projeto de lei que autoriza a realocação dos recursos dos dois fundos foi protocolado na tarde da terça-feira (24/03) no Poder Legislativo e deve ser apreciado pelos vereadores, em sessão extraordinária nesta sexta-feira.
O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) conversou com o presidente da Câmara, Vagner Barilon (PSDB), e explicou ao vereador a necessidade de utilização dos recursos destinados ao Fundo de Preservação de Recursos Hídricos e do Fundo Municipal de Habitação. Barilon não apenas entendeu os motivos apresentados pelo prefeito, como anunciou a antecipação da devolução do duodécimo da Câmara para a Prefeitura, o que normalmente ocorre apenas nos meses de dezembro de cada ano.
“Quero aqui, publicamente, agradecer ao presidente Vagner Barilon e todos os vereadores de Nova Odessa, pelo entendimento neste momento difícil que nossa cidade e o mundo atravessam. Esses recursos significam um fôlego importante à Secretaria de Saúde, que poderia, da melhor maneira possível, utilizar no atendimento à nossa população”, disse Bill. “Estamos passando por momentos difíceis e precisamos ampliar a estrutura da Saúde. Através destas ações, a Câmara libera R$ 2 milhões para ajudar no combate ao coronavírus. É uma soma de forças”, ressaltou Barilon.
Na justificativa encaminhada ao Poder Legislativo, o prefeito Bill ressalta que, passado todo o estado de emergência no município, será feita a prestação de contas sobre a utilização dos recursos. O secretário municipal de Saúde, Vanderlei Cocato, também agradeceu o “esforço” dos vereadores. “Sensibilidade, é isso que precisamos neste momento. E os vereadores foram sensíveis ao nosso pedido, ao pedido do prefeito Bill, e se colocaram à disposição para ajudar as famílias de Nova Odessa”, afirmou Cocato.

Quarta-feira, 25 de Março de 2020

Veja Também

Coca-Cola Femsa tem vagas temporárias em Centro de Distribuição da Área Cura

Há oportunidades para ajudante operacional, conferente, operador de empilhadeira e promotor; algumas têm possibilidade de ...