Inscrições para a 2ª Corrida Solidária Nisfram, em março, já estão no 2º lote

Até ontem, cerca de 180 corredores já haviam feito inscrição para as provas de 5 e 10 quilômetros e caminhada de 3 quilômetros

As inscrições para a 2ª Corrida Solidária Nisfram Inclusão e Cidadania 2020 já estão no segundo lote. Em sua 2ª edição, a prova principal e a caminhada estão marcadas para ocorrer no próximo dia 22 de março, um domingo, em Sumaré. Até o momento, 180 atletas já garantiram a participação se inscrevendo no lote inicial, cujas vendas foram abertas no mês de novembro e terminaram em 31 de dezembro do ano passado. Como a realização do evento é solidária, a renda arrecadada com as inscrições será revertida para manutenção e ampliação das atividades sociais executadas pela Organização Social.
“Aproveite até o dia 31 de janeiro para garantir sua participação com desconto, pague R$ 60,00, a taxa do site e ainda ajude a transformar vidas”, aponta a entidade assistencial. O evento é uma corrida de rua nas distâncias de 5K (5 quilômetros) e de 10K (10 quilômetros), além de uma caminhada de 3 quilômetros.
“Nossa missão é promover a inclusão social plena, transformar as comunidades locais, estimular a cidadania e valorizar o potencial humano, oferecendo oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional, respeitando habilidades, interesses e conhecimentos prévios. O Objetivo da 2ª Corrida Solidária Nisfram é incentivar a prática de uma atividade física”, apontou a direção da entidade.
A Corrida Solidária Nisfram é uma oportunidade em que todos podem ter um momento de descontração e com a participação e presença de amigos e familiares. A corrida de rua é uma das mais importantes e democráticas ferramentas de inclusão social que existe. Crianças, adultos e idosos podem participar.
O sucesso do 1º evento, realizado em março 2019 com a presença de mais de 600 inscritos, permitiu consolidar a Corrida Nisfram no Calendário Oficial de Eventos do Município de Sumaré, através da Lei Municipal nº 6.280, de 21 de novembro de 2019, de autoria do vereador Willian Souza (PT), aprovada pela Câmara e sancionada pelo prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).
Como não poderia ser diferente, o Jornal Tribuna Liberal já “abraçou a causa” e será o “jornal oficial do evento”. “Garanta sua vaga realizando a inscrição pelo site www.corrida.nisfram.com.br. Acreditamos que a corrida de rua é uma das mais importantes e democráticas ferramentas de inclusão social existentes”, finalizou a Nisfram.

A ENTIDADE
Criada há 18 anos, a Nisfram é uma OSC (Organização da Sociedade Civil) beneficente e sem fins lucrativos, localizada no Jardim Ipiranga, na Área Cura, que atua na busca pelo desenvolvimento integral do ser humano, atuando em diversas áreas e etapas – entre elas o atendimento social de populações vulneráveis e a promoção da inclusão e acessibilidade de PCDs (Pessoas com Deficiência).
Na área social, são oferecidas oficinas socioeducativas, culturais, tecnológicas, esportivas e de formação profissional para 120 crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade social, de violação de direitos e de beneficiários de Programas de Transferência de Renda, geralmente dos bairros da Área Cura, em Sumaré. A Área Cura abrange os bairros Nações, Ipiranga, São Francisco e Maracanã (iniciais que compõem o nome da entidade), entre outros.
No aspecto da inclusão e acessibilidade, a Nisfram promove projetos socioeducativos elaborados para promover uma melhor qualidade de vida, desenvolvimento pessoal, cidadania e inclusão – entre eles o Projeto TQT (Teclas Que Transformam), que oferece aulas de Libras (Língua Brasileira de Sinais) para crianças e professores da Rede Pública, surdos e ouvintes, e o Projeto Calaiam, de inclusão de pessoas com deficiências diversas no mercado de trabalho.
Também funciona na sede do grupo um SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos), órgão da Secretaria Municipal de Inclusão e Assistência Social da Prefeitura.

Sábado, 25 de Janeiro de 2020

Veja Também

Hortolândia quer alugar quartos de hotéis para vulneráveis com Covid

Prefeitura faz chamada pública para credenciar hotéis, está disposta a pagar R$ 2 mil por ...