Educação ambiental leva 800 alunos a estações de água e esgoto de N. Odessa

As visitas, monitoradas por professores e técnicos da Coden, fazem parte do Programa de Educação Ambiental da Prefeitura

As estações de tratamento de água (ETA) e esgoto (ETE) da Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) se transformaram em salas de aula desde a última quarta- -feira, 10 de abril. Até o dia 07 de junho, aproximadamente 800 alunos da Rede Municipal de Ensino visitarão as unidades para conhecer os processos de produção da água que chega diariamente às suas casas e de tratamento de todo esgoto gerado no município.
As visitas, monitoradas por professores e técnicos da companhia, fazem parte do Programa de Educação Ambiental desenvolvido pela Prefeitura, por meio das secretarias de Educação e de Meio Ambiente, sob coordenação do IEC (Informação, Educação e Comunicação), projeto criado pela Administração Municipal para integrar as pastas em ações de educação e conscientização dos estudantes das escolas municipais. Estudantes de 24 turmas do 5º ano do Ensino Fundamental, matriculados em 11 escolas, participarão das atividades que ocorrerão em dois períodos: manhã e tarde.
De acordo com a coordenadora o IEC, Meria Brito de Jesus, as aulas externas servem para complementar o trabalho realizado em sala.“Quando entendem como a água que usam todos os dias é produzida e o que acontece como esgoto que produzem, os alunos começam a interiorizar a importância de economizar e usar a água de forma sustentável. Por isso, essas visitas têm papel fundamental na formação deles”, afirmou a professora.
Para a secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo é papel da escola abordar o tema com profundidade para que, no futuro, todos tenham direito de desfrutar de um ambiente saudável e sustentável. “Chegamos a um ponto insustentável e precisamos formar uma nova geração mais consciente. A inserção dos alunos nos processos de tratamento os torna parte deles, gerando o comprometimento necessário para que mudemos a cultura de desperdício e indiferença que temos hoje”, avaliou a secretária.
A gerente administrativa da Coden, Marizilda Barbosa, elogiou o comprometimento da Administração com o tema e destacou a vocação da companhia para a educação ambiental. “A responsabilidade ambiental é uma das marcas da companhia. Nossos técnicos são altamente capacitados e trabalham focados na produção de água de qualidade e no manejo eficiente dos resíduos produzidos na cidade. Poder compartilhar tudo isso com as crianças, que são o nosso futuro, é um grande privilégio”, disse Marizilda.

MUNICÍPIO VERDEAZUL
A educação ambiental é uma das exigências da Secretaria Estadual de Meio Ambiente para a certificação de municípios no Programa Município VerdeAzul (PMVA), lançado em 2007 pelo Governo do Estado com objetivo de estimular e auxiliar as prefeituras na elaboração e execução de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável.
Nova Odessa recebeu a certificação de Município VerdeAzul no ano passado, ao conquistar 85,63 pontos e ficar na 32ª posição entre mais de 600 municípios avaliados no Estado. Entre Em cinco anos, o município foi certificado quatro vezes, saltando da 323ª colocação em 2013 para o seleto grupo das 40 cidades paulistas com excelência em gestão ambiental. Entre as diretivas levadas em consideração na avaliação estão ações nas áreas de esgoto tratado, gestão das águas, resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável e qualidade do ar.
O secretário de Meio Ambiente do município, Edson Barros, o Nenê Gás, classificou as visitas como essenciais para que o município tenha mais equilíbrio e ofereça mais qualidade de vida à população. “Esse tipo de atividade faz com que os pequenos cidadãos de hoje sejam cidadãos conscientes e sensibilizados à causa ambiental no futuro, auxiliando na preservação e na conservação ambiental”, comentou Nenê Gás.

Veja Também

Adesão à ‘Greve Geral’ pode levar a dia descontado, alertam advogados

Centrais sindicais prometem paralisação de atividades nesta sexta-feira, 14 de junho, contra a Reforma da ...