Começa nesta 6ª-feira o curso de Libras da Nisfram na Faculdade Anhanguera

Curso de Língua Brasileira de Sinais de nível básico tem carga de 40 horas e certificação; ainda dá tempo de fazer a inscrição

Começa nesta sexta-feira (03) o curso de Libras (Língua Brasileira de Sinais) de nível básico do Grupo de Apoio Nisfram neste segundo semestre. O curso tem carga horária de 40 horas e certificação ao final. Ainda é possível aos interessados fazer a matrícula, mas restam poucas vagas. As aulas vão até 07 de dezembro, sempre às sextas-feiras, das 19h às 21h15, e serão oferecidas no campus de Sumaré da Faculdade Anhanguera, na Avenida Eugenia Biancanala Duarte, no Jardim Primavera, no acesso à região central. O custo é de R$ 159,90, que podem ser parcelados em quatro vezes sem juros de R$ 39,99 no cartão de crédito – mas alunos surdos são isentos de pagamento.
Informações sobre as inscrições podem ser obtidas pelo telefone (19) 3832-1748 ou pelo e-mail contato@nisfram.org.br. O público-alvo do curso, segundo a Nisfram, são os integrantes da comunidade em geral, desde que seja alguém “interessado na cultura surda e em sua comunicação”. Desde 2009, a Nisfram já formou cerca de 300 pessoas em cursos de Libras.
“Ter conhecimento em Libras é um grande diferencial atualmente. O mercado oferece muitas vagas para intérpretes devido à legislação que estabelece o direito da pessoa com deficiência auditiva de ser atendida em seu idioma em qualquer instituição pública. Assim, como ainda existem poucos profissionais qualificados, são muitas as oportunidades para aqueles que sabem utilizar esse meio de comunicação”, afrmou Rosa Maria Góes, presidente da OS.
“Aprender Libras é muito importante para a comunicação com as pessoas com deficiência, assim, promover a inclusão e expor suas ideias para mais pessoas… Libras é a língua brasileira de sinais, por meio dela milhares de pessoas com deficiência auditiva e de fala, conseguem se comunicar”, comentou Viviane Geronymo, professora e interprete de Libras responsável pela capacitação.
O conteúdo programático do curdo de Libras Básico inclui as disciplinas “Libras, Cultura e Identidade Surda”, “Leis e Normas Regulamentadoras”, “Bilinguismo e Inclusão na Área de Educação”, “Vocabulários Libras Básico”, “Gramática Básica”, “Parâmetros”, “Estrutura Sintática”, “Expressões Faciais”, “Sistema Pronominal”, “Panorama da Ordem das Palavras”, “Tipos de Verbos”, “Sinais Compostos”, “Plural, Advérbios, Gêneros, Pronomes”, “Expressões Idiomáticas”, “Diferença de Libras, Mímicas, Gestos e Classificadores” e “Numeral em Libras”.
Segundo a Wikipedia.org, a Língua Brasileira de Sinais é a linguagem gestual usada pela maioria dos surdos dos centros urbanos brasileiros e é reconhecida pela lei como a 2ª língua oficial do país. Os sinais surgem da combinação de configurações de mão, movimentos e de pontos de articulação. Assim como as diversas línguas naturais e humanas existentes, ela é composta por níveis linguísticos como: fonologia, morfologia, sintaxe e semântica.

A ORGANIZAÇÃO
A Nisfram é uma OS (Organização Social) beneficente e sem fins lucrativos localizada no Jardim Ipiranga que promove atividades socioeducativas e esportivas para mais de uma centena de crianças e adolescentes da Área Cura, além de manter iniciativas como o Projeto TQT (Teclas Que Transformam), que oferece aulas de Libras (Língua Brasileira de Sinais) para crianças e professores da Rede Pública, e o Projeto Calaiam (de Inclusão Profissional Sustentável das Pessoas com Deficiência).
Também funciona na sede do grupo um SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos), órgão da Secretaria Municipal de Inclusão e Assistência Social da Prefeitura. A entidade fica na Rua Palmiro Novi, nº 297, no Residencial Ipiranga. Mais informações pelo telefone (19) 3832-1235, pelo e-mail contato@nisfram.org.br ou no Facebook, em www.facebook. com/nisfram.

Veja Também

Casa Brasil realiza formatura de alunos dos cursos de Informática

A Secretaria de Educação de Sumaré realizou na última quarta-feira, dia 15 de agosto, de ...