Polícia cumpre mandado na residência de suspeito de roubo à empresa Brink’s

Além de Hortolândia, 9 suspeitos foram presos em Campinas, Ribeirão Preto e Pradópolis na Operação “Piratas do Caribe”

Policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana estiveram na segunda-feira (25) de manhã na residência de um investigado pela tentativa de roubo à empresa de transporte de valores Brink’s. O mandado de busca e apreensão foi cumprido no Jardim Amanda, em Hortolândia. No imóvel, foram apreendidos celulares e um computador. A ação fez parte da operação batizada pela Polícia Civil de “Piratas do Caribe”, que resultou nas prisões de nove pessoas em Campinas, Ribeirão Preto e Pradópolis, no interior de São Paulo.
O ataque à Brink’s aconteceu na madrugada do dia 29 de outubro de 2018, em Ribeirão Preto. Naquela ocasião, o bando fez um frentista de um posto de combustíveis ao lado da empresa como refém e explodiu o muro situado entre o posto e a Brink’s. Um dos criminosos morreu no confronto com a Polícia Militar
A Operação “Piratas do Caribe” de ontem foi coordenada pelo Centro de Inteligência da Delegacia Seccional de Ribeirão Preto, com apoio operacional da DIG e Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) daquela cidade. A investigação durou cinco meses e identificou dez criminosos e suas respectivas funções dentro da organização criminosa que praticou o roubo tentado à sede da empresa de transporte de valores em Ribeirão Preto, no ano passado.
Segundo a Polícia Civil, a operação faz uma alusão à famosa série de filmes na qual piratas (“marginais organizados”) cruzavam distâncias para promover saques de tesouros valiosos, com emprego de muita violência e utilização de grande poderio bélico. A operação contou com 80 policiais civis e 20 viaturas, com diligências concomitante nas cidades de Ribeirão Preto, Pradópolis, Campinas e Hortolândia.
No curso das investigações, a Policia Civil já havia apreendido quatro emulsões explosivas, uma espingarda calibre 12,munições, luvas, um carro Honda/Civic roubado, dez quilos de crack e uma pistola calibre 380 mm, pertencentes a parte do grupo criminoso – além de um tambor com armas pesadas, munições, coletes e capacetes enterrado em uma área verde em Hortolândia.

EM HORTOLÂNDIA
O delegado da DIG de Americana, Antonio Donizete Braga disse que, na residência do suspeito, em Hortolândia, foram apreendidos apenas computador e celulares, mas ninguém foi preso. Os aparelhos serão encaminhados para a perícia no IC (Instituto de Criminalística), de Ribeirão Preto, onde a apuração sobre o roubo está sendo realizada.
De acordo com a Polícia Civil, uma mulher que faria parte da quadrilha já está presa por outro crime e um dos alvos da operação continua foragido. Em Campinas, os mandados foram cumpridos nos bairros Swiss Park, Botafogo e Itatiaia. Foram apreendidos na cidade, celulares, cartões bancários e R$ 25 mil, em dinheiro. Os suspeitos detidos em Campinas não participaram do roubo, mas teriam atuando na “logística” do bando.

O ROUBO
O roubo à Brink’s aconteceu na madrugada de 29 de outubro de 2018, em Ribeirão Preto. Durante a ação criminosa, o bando manteve um frentista como refém enquanto detonou, com explosivos, o muro entre o posto de combustíveis e a empresa. Houve confronto com a Polícia Militar por aproximadamente duas horas e um criminoso morreu durante a troca de tiros. Outros três foram detidos, sendo um deles ferido. No entanto, o trio acabou sendo liberado por falta de provas. Dois fuzis foram apreendidos no mesmo dia.
No dia seguinte ao crime em Ribeirão Preto, em 30 de outubro, uma denúncia anônima havia levado policiais militares até a localização de armas de uso restrito das Forças Armadas, munições, coletes e capacetes à prova de balas enterrados em um tambor em um terreno baldio no Jardim Novo Ângulo, em Hortolândia. Uma das armas apreendidas era um rifl e calibre ponto cinquenta capaz de perfurar um veículo blindado ou derrubar uma aeronave.

Veja Também

141 pessoas foram abordadas na ‘Operação São Paulo Mais Seguro’

Cento e trinta e sete policiais militares do 48º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do ...