Mãe e filha são homenageadas por difundir Língua de Sinais em igrejas

O trabalho desenvolvido por mãe e filha com a comunidade de surdos e mudos nas igrejas evangélicas de Sumaré e região foi reconhecido na sessão da última terça-feira (12/03) pelo plenário da Câmara Municipal. Uma Moção de Aplauso proposta pelo vereador Professor Edinho (Rede) à Priscila Roselaine Fregate Bedana e Gabrielli Fregate Bedana foi aprovada por 19 votos. Mãe e filha desenvolvem o Projeto “Compartilhando Libras”, que busca ensinar a Libras (Língua Brasileira de Sinais) a religiosos e amigos. A iniciativa já formou mais de 300 alunos nas igrejas Assembleia de Deus de Sumaré, Hortolândia e Campinas.
“Ao contrário do que imaginamos ao perceber a existência desse tipo de linguagem, a Libras não é apenas uma medida paliativa para estabelecer algum tipo de comunicação com os deficientes auditivos, mas é uma língua natural como qualquer outra, com estruturas sintáticas, semânticas, morfológicas etc. A diferença básica é que ela também utiliza a imagem para expressar-se. Para aprender Libras deve-se, portanto, passar por um processo de aprendizagem de uma nova língua, tal qual fazemos quando nos propomos a aprender Francês, Inglês etc”, explicou o vereador no texto da propositura.

Libras
Ainda na moção, o Professor Edinho ressaltou a trajetória de Priscila e Gabrielli, que iniciaram os estudos de Libras em 2010 e fundaram o projeto quatro anos mais tarde. O primeiro contato das duas com a nova língua aconteceu por meio de uma criança que frequentava a igreja, fato que as levou a se atentarem para as necessidades desta e de muitas outras crianças em se comunicar. Desde então, as duas assumiram o compromisso de tornar as igrejas um ambiente de inclusão e acessibilidade, onde surdos e mudos podem ser bem recebidos.
“É de suma importância reconhecer o trabalho digno e honesto, conquistado através das lutas e superações caracterizadas por estas profissionais, as quais dedicam-se não somente ao setor privado como também pelo trabalho voluntário desenvolvido e intitulado ‘Compartilhando Libras” dentro das igrejas evangélicas”, completou o texto da moção aprovada pelo plenário.

Veja Também

Ainda há vagas para o curso técnico de Pintor Mestre na Sherwin-Williams

A Sherwin-Williams ainda tem vagas disponíveis para o curso técnico gratuito de Pintor Mestre na ...