Buraco atrapalha trânsito na esquina da Av. Rebouças com a Ângelo Ongaro

“Cratera” em obra da BRK na região central de Sumaré gerou muito barro e causou transtornos na segunda-feira de manhã

Uma “cratera” no asfalto aberta para obras da concessionária BRK Ambiental na rede de água da região central causou trânsito lento e gerou barro em um ponto de grande movimentação de veículos e pessoas de Sumaré – a esquina da Avenida Rebouças com a Rua Ângelo Ongaro. O maior problema aconteceu na segunda-feira (11) de manhã, quando as chuvas transformaram o pó da obra em barro.
“A semana começou tumultuada em razão do trânsito comprometido por mais uma cratera se desfazendo na cidade. Na Avenida Rebouças, no semáforo do cruzamento com a Rua Ângelo Ongaro, uma cratera se desfazendo em terra e que recentemente estava em obras, atrapalha os cidadãos. Como sempre, um abre, não tapa, ou se tapa a chuva leva, ou sem chuva mesmo não dura – enfim, o mesmo drama de sempre”, comentou um cidadão nas redes sociais, chamando a atenção para o problema.
Em nota emitida também no início desta semana, a Prefeitura de Sumaré informou apenas que “A obra em questão é da concessionária de água e esgoto, a BRK”. “A Prefeitura já notificou a empresa e aguarda os reparos”, ressaltou a Municipalidade.
Já a concessionária, por sua vez, informou que o local em questão passa por obras de implantação da nova adutora que vai levar água tratada da ETA 1 (Estação de Tratamento de Água da Vila Menuzzo) até os bairros da região do Picerno. “A intervenção no trecho citado teve início neste domingo, dia 10, às 6h, e foi finalizada segunda-feira, dia 11, às 6h, dentro do prazo previsto”, garantiu a empresa – que disponibilizou uma imagem da “cratera” já coberta por massa asfáltica.
A empresa admitiu que, devido às chuvas da madrugada de domingo para segunda-feira, não foi possível realizar o reaterro adequado da vala porque a esquina citada é um ponto de escoamento de água pluvial de grande parte das ruas superiores à Avenida Rebouças.
“Na manhã de segunda-feira, como medida paliativa, a concessionária adicionou material de reaterro, de forma a regularizar a vala e aplicou um asfalto a frio que permite a sua aplicação sob chuva leve e superfícies molhadas”, finalizou a BRK. A previsão era de que a recomposição asfáltica definitiva ocorresse na quarta-feira, dia 13, dependendo das condições climáticas. A empresa ressaltou que, até que a capa asfáltica definitiva seja feita, iria “acompanhar a situação e realizar novas medidas paliativas se necessário”.

A OBRA
A nova adutora do Picerno é uma das maiores obras da BRK atualmente em andamento na cidade. A tubulação será responsável por levar água tratada da ETA 1 para o Centro de Reservação Carlota, na Vila Carlota – de onde ela é distribuída para os bairros da região do Picerno, onde moram cerca de 85 mil pessoas. Na etapa atual, está sendo realizada a instalação de 80 metros de tubulação na Avenida Rebouças, no trecho entre a Avenida José Mancini e Rua Ângelo Ongaro.
No total, a nova adutora terá 3,5 quilômetros de extensão e será de PVC na maior parte do traçado, material mais resistente, e de ferro fundido em um trecho mais baixo da cidade, onde a pressão de água é mais elevada. Com isso, serão evitados rompimentos em decorrência da maior pressão da água.
“A adutora atual é de 1985 e de fibrocimento, material muito suscetível a rompimentos. Com a troca reduziremos consideravelmente as intermitências no abastecimento”, explicou Cleber Salvi, gerente de Operações da BRK Sumaré.
Outra alteração é no diâmetro da adutora. A atual é de 350 milímetros e a que será implantada é de 400 milímetros, já prevendo o crescimento da população e, com isso, da demanda futura de água. Com a adutora de diâmetro maior a capacidade de transporte de água passará de 80 l/s (litros por segundo) para 130l/s.

Veja Também

Ronaldo Mendes solicita à BRK explicações sobre Taxa de Esgoto

O vereador Ronaldo Mendes (PSDB) apresentou na Câmara um requerimento em que solicita informações à ...