Carol Moura furta roupas da Zara, é presa, paga fiança e responde a ação

Vereadora e atual secretária de Desenvolvimento Econômico de Nova Odessa responde agora a ação criminal por furto qualificado

A vereadora e atual secretária de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Nova Odessa, Carolina de Oliveira Moura e Rameh, mais conhecida como Carol Moura (PTN), foi presa em flagrante por volta das 19h50 do último dia 17 de fevereiro ao tentar sair sem pagar com cinco peças de roupas orçadas em R$ 925,00 da loja da rede espanhola Zara do Shopping Parque Dom Pedro, em Campinas. Ela chegou a ser perseguida por um segurança pelos corredores do shopping, até ser alcançada. O caso só veio à tona na segunda-feira (11 de março), quando imagens do respectivo Boletim de Ocorrência circularam em redes sociais e aplicativos de mensagens.
Contatada através de sua assessoria, Carol não se pronunciou até o fechamento desta edição. O espaço permanece à disposição. A um jornal de Americana, o advogado da secretária, Bittencourt Leon Denis de Oliveira Junior, disse ontem que teria ocorrido um “mal entendido” na loja. “Ela ouviu um aviso de que a loja estava para fechar e saiu. Depois se ofereceu para pagar (pelas peças), mas a Polícia Militar não permitiu”, afirmou o defensor ao periódico. A Prefeitura de Nova Odessa também não se pronunciou sobre a acusação contra a secretária.
Carol chegou a passar a noite do dia 17 para o dia 18 na Cadeia Pública Feminina de Paulínia, para onde foi encaminhada após ser fichada no Plantão do 1º Distrito Policial de Campinas. Mas, como é ré primária e não ofereceria perigo, pagou fiança arbitrada em um salário mínimo e foi solta no mesmo dia (18/02) pelo juiz da 3ª Vara Criminal do Fórum de Campinas, Nelson Augusto Bernardes de Souza. Ela responde agora a uma ação criminal por furto qualificado na Justiça campineira.
Segundo o BO do caso, registrado pela delegada Adriana Aparecida Fratti, a gerente da loja relatou que uma vendedora teria percebido uma “movimentação estranha”: uma mulher teria entrado no provador com algumas peças, retirado os alarmes dos itens, colocado os equipamentos sobre uma bancada e saído da unidade.
“(A vendedora) saiu no encalço da mulher, desconfiando que ela teria saído com roupas da loja, e ao retornar com a suspeita para dentro do estabelecimento obteve a confirmação de que roupas haviam sido subtraídas do local. Entretanto, a mulher abordada apenas apresentou duas roupas que havia levado da loja e saiu correndo, motivo pelo qual (a vendedora) novamente saiu em seu encalço, agora solicitando também o apoio da equipe de seguranças. Após ser abordada pelo segurança, a abordada, identificada como sendo Carolina de Oliveira Moura e Rameh, confessou o furto das roupas e apresentou mais três outras peças que estavam com ela. Ofereceu-se a pagar pelos produtos, porém a Polícia Militar foi acionada e Carolina foi conduzida a esta unidade (da Polícia Civil)”, registra o BO.
As cinco peças foram devolvidas à loja, mas os cinco aparelhos de alarme foram apreendidos pela Polícia Civil para servirem de provas na ação criminal. As peças eram um vestido azul listrado de R$ 69,00, um blazer preto de R$ 379,00, um body preto de R$ 99,00, uma saia preta de R$ 179,00 e um casaco preto de R$ 199,00. Após ouvir testemunhas e suspeita, a delegada determinou o registro da prisão em flagrante e a encaminhou para a Cadeia de Paulínia.
Segundo o blog NBP, em seu depoimento à delegada, Carol teria confessado o furto, mas atribuído a ação a uma confusão mental momentânea. “Ela afirmou não pensar com clareza, que decidiu retirar os dispositivos de alarme das peças que provava e colocar as peças na bolsa. Porém, ao chegar na saída da loja, passou a ficar perplexa com sua própria atitude e assim permaneceu parada na frente do estabelecimento”, relata o blog.

VIDA PÚBLICA
Carol tem 41 anos, é empresária e foi eleita vereadora em Nova Odessa em 2016, com 670 votos, pela Coligação “Nova Odessa Mais Justa e Feliz” (PRB, PDT, PT, PTB, PV, PTN e SD). Em agosto de 2018, licenciou-se do cargo eletivo na Câmara para assumir a pasta de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura, a convite do prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB). Em seu lugar no Legislativo assumiu o suplente Wladney Pereira Brigida, o Polaco (SD).

Veja Também

Vanderlei Macris anuncia R$ 2 mi em emendas para Nova Odessa

Na semana em que comemora 114 anos, Nova Odessa recebeu na terça-feira (21) um “presente” ...