Agentes de Saúde de Sumaré visitam 1.171 imóveis

Visando a prevenção às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, os agentes da Vigilância em Saúde de Sumaré visitaram na última semana 1.171 imóveis da cidade, durante a “Semana Municipal de Intensificação do Combate à Dengue”. Além de vistoriar os quintais, as equipes também trabalharam com a conscientização da população e distribuíram panfletos com orientações para eliminar os criadouros do mosquito.
De 26 a 30 de novembro, os agentes de controle de endemias e equipes da dengue percorreram os bairros Maracanã, São Francisco, Vila Operária, Danúbio Azul, Parque das Nações, São Judas, Aclimação e Recanto das Árvores, todos na Área Cura, onde 1.066 residências foram visitadas. A região foi escolhida por possuir o maior índice de densidade larvária do município, com alto risco de epidemia, de acordo com levantamento realizado em outubro (Índice de Breteau). Em 705 casas, os agentes puderam entrar e verificar os quintais junto aos moradores. Também foram vistoriados 56 pontos estratégicos, como borracharias e locais de concentração de recicláveis; 25 imóveis especiais, onde há grande circulação de pessoas, como Unidades de Saúde e escolas; e outras 24 denúncias foram atendidas. As equipes aplicaram larvicida em 126 imóveis e foram colhidas 26 amostras de larvas. No trabalho de conscientização, 18 mil panfletos orientativos foram distribuídos na cidade.
“O combate ao Aedes aegypti é um trabalho permanente, que acontece em todo o município, o ano todo, mas que precisa ser intensificado agora com a chegada das chuvas e do calor. O sucesso desse trabalho, no entanto, conta, e muito, com a colaboração de toda a população. É muito importante que os moradores não descuidem e mantenham atenção constante em seus quintais, eliminando materiais que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito. Também reforçamos a importância da destinação correta de resíduos, evitando o descarte irregular de lixo e entulhos em terrenos baldios, áreas verdes, ruas e calçadas. Somente juntos poderemos vencer essa batalha: cuidando do nosso próprio quintal e também da nossa cidade”, ressaltou o prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).
Durante a “Semana Municipal de Intensificação do Combate à Dengue”, todas as Administrações Regionais também estiveram focadas na limpeza de áreas públicas e as secretarias de Educação e Comunicação Social também reforçaram as ações de conscientização nas escolas e junto à comunidade.
De janeiro a outubro de 2018, cerca de 83 mil imóveis já foram trabalhados em todas as regiões de Sumaré pela Vigilância em Saúde. Além disso, a Secretaria de Serviços Públicos também já recolheu mais de 81 mil metros cúbicos de resíduos descartados irregularmente em toda a cidade desde janeiro de 2017. A SMMUR (Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana) também trabalha com a fiscalização e recolha de veículos abandonados no município, que podem se tornar criadouros do mosquito.
Em 2018, Sumaré registra até o momento 33 casos de dengue. Em 2017, foram 58 casos confirmados e, em 2016, 456 – ou seja, uma redução drástica de 87%.

Veja Também

Monte Mor ganha oficialmente duas novas Unidades de Saúde da Família

O prefeito Thiago Assis (MDB) inaugurou no último dia 04 de dezembro duas novas e ...