Paulínia entrega documentos de posse a moradores do Leonor e Jequitibá 2

Cerimônia de entrega da regularização fundiária está programada para 15 de dezembro, no Ginásio do João Aranha

Os moradores dos bairros Jequitibá 2, com 215 unidades, e do Jardim Leonor, com 412 unidades, terão um bom motivo para comemorar ainda mais neste final de ano. O prefeito interino de Paulínia, Du Cazellato (PSDB), através da Secretaria de Habitação, agendou para o próximo dia 15 de dezembro a entrega da documentação de regularização fundiária aos proprietários de 627 residências desses dois bairros. No evento programado para o Ginásio de Esportes Agostinho Fávero, no João Aranha, o período da manhã, das 9h às 13h, será para o Jequitibá II, e no período da tarde, das 13h às 17h, será para os moradores do Jardim Leonor.
moradores do Jardim Leonor. Cazellato explicou em nota que, ao assumir o governo municipal, em novembro, pediu à Secretaria de Habitação “para acelerar esse processo e, felizmente, vai conseguir beneficiar os moradores desses dois bairros ainda neste final de ano”. “Cumprimos nosso dever e, com isso, espero melhorar o Natal dessas famílias”, disse o interino – que, devido a uma série de decisões judiciais, pode permanecer no cargo por tempo indeterminado.
“Agora, com a regularização, os proprietários terão a posse definitiva, devidamente registrado no 4º Cartório de Registro de Imóveis de Campinas”, explicou a Prefeitura de Paulínia. Para o secretário Leonardo Viu Torres, “finalizar o processo burocrático e agilizar o trâmite para que obtenham a escritura definitiva de posse são metas” de sua secretaria.
“Temos trabalhado exaustivamente para conseguir finalizar o processo de todos os bairros passíveis de regularização, lembrando aos moradores que ainda não conseguiram a tão sonhada regularização que deverão procurar a Secretaria de Habitação para que possamos agilizar o procedimento, pois o Programa ‘Cidade Legal’, do governo do Estado de São Paulo, facilita todo o processo e permite superar muitas etapas burocráticas”, afirma o secretário.

SANEAMENTO
Uma reunião entre Du Cazellato e representantes da Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo) selou definitivamente a parceria para o início das obras que irão solucionar o problema que se arrasta há décadas na região do Parque da Represa. Serão aproximadamente 1.100 ligações no sistema de esgoto, que corresponde a 5.500 usuários favorecidos, além de melhorias que abrangerão também o meio ambiente.
Na segunda-feira, dia 03 de dezembro, o prefeito aproveitou para visitar o local da obra e acompanhar o recebimento das tubulações para o início imediato dos trabalhos. Todo cronograma de trabalho e responsabilidade de cada parte foi estabelecido em conversa no gabinete do prefeito realizada na quinta-feira, 29 de novembro.
Participaram da visita o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Ricardo Daruiz Borsari, do Superintendente Antonio Carlos Teixeira, o diretor João Cesar Queiroz Prado, os gerentes Marco Antonio Pires Ward, do setor Paulínia, Vanessa Egídio Pereira, de Hortolândia, e dos secretários Jorge Israel (Meio Ambiente), Marcelo Mello (Obras) Sergio Zanovelo (Planejamento) e Leonardo Ballone (chefe de Gabinete).
O prefeito Cazellato avaliou o momento como “um grande passo para atingir o objetivo de ter 100% de esgoto tratado no município”. “Essa obra é extremamente necessária, segue determinações da política de Saneamento Básico e vai viabilizar a construção de EEEs (Estações Elevatórias de Esgotos)”, explicou.
Para o secretário da Seddema, Jorge Israel, essa obra irá eliminar um problema antigo para a população do Parque da Represa, que sofria com a falta de Estações Elevatórias e com o esgoto que retornava para suas casas. Após essa etapa, o objetivo é equipar os bairros que ainda estão sem o tratamento adequado e, finalmente, atingir 100% de saneamento básico no município.

Veja Também

Monte Mor ganha oficialmente duas novas Unidades de Saúde da Família

O prefeito Thiago Assis (MDB) inaugurou no último dia 04 de dezembro duas novas e ...