Hortolândia oficializa parceria para a instalação de Parque Tecnológico

Protocolo de intenções foi assinado no evento Inova Campinas, com a FFCI e a Veccon Empreendimentos

O Prefeito Angelo Perugini (PDT) assinou na última quarta-feira (24), durante o evento InovaCampinas, o protocolo de intenções para a instalação do primeiro Parque Tecnológico na cidade, o Zeta Hortolândia. A parceria foi formalizada entre a Prefeitura de Hortolândia, a Veccon Empreendimentos e a FFMI (Fundação Fórum Campinas Inovadora). O empreendimento ocupará uma área de 384 mil m² no Jardim Nova Europa. O investimento será de R$ 40 milhões.
“O governo por si só não transforma o país. O país muda com a atitude das pessoas. Precisamos driblar as dificuldades econômicas e buscar alternativas para continuar desenvolvendo Hortolândia, gerar oportunidades de emprego e renda para os moradores da cidade. O Parque Tecnológico e o evento Inova Campinas vem ao encontro do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento) que estamos implantando na cidade”, enfatizou o prefeito durante a cerimônia.
O prefeito observa que a chegada do empreendimento consolida Hortolândia como cidade tecnológica. “Precisamos inovar e nos reinventar com ideias criativas para realizar nossos sonhos. Essa parceria abrirá novas oportunidades de desenvolvimento para Hortolândia”, completou o prefeito.
de Hortolândia entra como apoio institucional e tem o papel de prospectar e atrair empresas, além de estimular o ambiente de inovação e tecnologia para a cidade com a estrutura do parque tecnológico.
“Além de atrair empresas e consequentemente empregos, o parque propiciará um ambiente de inovação, com novas prospecções e estímulo para qualificação profissional. Tudo isso gera o que chamamos de multiplicador na economia com mais empregos, qualidade de vida, crescimento e desenvolvimento”, explicou a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Monique Freschet.
O convênio possibilitará às empresas instaladas no Parque a conexão com universidades e estabelecimentos que incentivem novidades tecnológicas como a Unicamp (Universidade Federal de Campinas), Embrapa, Tecnopark, entre outros órgãos.
“O objetivo da FFCI é viabilizar a aproximação entre as empresas implantadas no local com instituições de fomento à inovação. A parceria encurta caminhos, amplia a oferta de oportunidades e propicia o desenvolvimento de uma série de atividades no local, ampliando o impacto do conhecimento como principal meio de transformação econômica e social de forma sustentada”, destaca o diretor do Parque Científico e Tecnológico da Unicamp e presidente da diretoria executiva da FFCI, Eduardo Gurgel Amaral.

POTENCIAL
“Hortolândia é uma cidade com potencial. Sua localização é estratégica. Ela abriga importantes indústrias e empresas. Estes fatores facilitam a atração de empresas satélites de pequeno porte. Esse público atende diretamente os interesses da nossa empresa”, explica a sócia diretora da Veccon Empreendimentos, Fabiana Vendramini.
Para incentivar o desenvolvimento urbano, econômico e social de Hortolândia, a Prefeitura acaba de lançar o PIC (Programa de Incentivo e Crescimento). O programa prevê investimentos de cerca de R$ 400 milhões em obras e serviços que vão transformar a infraestrutura da cidade, gerar emprego e renda.
O programa integrou a apresentação dos projetos de inovação e desenvolvimento econômico da cidade no evento Inova Campinas, que acontece no Expo Dom Pedro.

Veja Também

Unasp Hortolândia promove 34ª edição do Encontro de Ex-Alunos

Encontro dos últimos dias 07, 08 e 09 de junho contou também com apresentações de ...