Escola Paulínia Racing Bicicross vai atender 300 alunos gratuitamente

Iniciativa vai oferecer uniformes, lanches, acompanhamento pedagógico e escolar, além de bicicletas e equipamentos de proteção

Com o objetivo de atender 300 alunos gratuitamente, foi lançado na terça-feira, dia 16 de outubro, a Escola Paulínia Racing Bicicross, que vai oferecer também uniformes, lanches, acompanhamento pedagógico e escolar, além de bicicletas e equipamentos de proteção para os jovens. O novo projeto socioesportivo do Paulínia Racing Bicicross tem o patrocínio da Air Liquide e do Instituto Carlos Roberto Hansen da Tigre via LPIE (Lei Paulista de Incentivo ao Esporte) da SELJ (Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude) do Estado de São Paulo.
“Formar campeões dentro e fora das pistas” é uma das missões da Escola Paulínia Racing Bicicross, destacou Júlio Brustolin, presidente da equipe, que em seu discurso ressaltou a importância do esporte para os jovens. “Muitas vidas já passaram por aqui e tenho a certeza que pudemos contribuir com a sociedade. Os tombos e as vitórias que acontecem aqui, são essenciais para a formação dos alunos”, acrescentou.
Para Armando Appal, do Instituto Carlos Roberto Hansen da Tigre, a busca por um mundo melhor motiva a empresa a patrocinar o projeto. “Acreditamos que por meio do esporte, podemos mudar e transformar vidas”, disse.
No ato de lançamento, estiveram presentes pais, alunos, membros da equipe técnica do projeto, os vereadores Fábio Valadão (PRTB) e Danilo Barros (PR), os secretários Genésio Pires (Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania), Carlos Alberto Coelho (Turismo e Eventos) e Caio Carneio Campos (Esportes).

HISTÓRIA
Em 2018, o Paulínia Racing Bicicross completou 21 anos. Durante esse período o clube já foi campeão mundial na Austrália, conquistou centenas de títulos e mais de 3050 alunos vestiram o uniforme verde e amarelo.
Valmir Brustolin, primeiro presidente do clube, relembrou que a equipe foi a primeira reconhecida pela UCI (União Ciclística Internacional) como projeto modelo por ter recebido alunos da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).
“Tudo começou pequeno e foi crescendo até chegar onde estamos. É muito gratificante ver pais que estiveram com a gente lá atrás e até hoje estão aqui atuando voluntariamente, pelo bem dos alunos”, contou. Nas últimas duas Olimpíadas, ex-alunos das escolinhas representaram o Brasil dentro e fora das pistas.

COMO PARTICIPAR
Para ser aluno da Escola Paulínia Racing Bicicross, não há limite de idade nem distinção de gênero, e moradores de outras cidades também são bem-vindos. Pode-se praticar o BMX a partir dos 4 anos, desde que a criança saiba pedalar sem rodinhas e descer e subir guias. É preciso levar os documentos abaixo até a pista que fica no Poliesportivo do Monte Alegre em Paulínia, e no local preencher a ficha de inscrição.
Os documentos são: cópia do RG e CPF ou Certidão de Nascimento; cópia de comprovante de residência (recente); atestado médico para a prática esportiva; Declaração Escolar (matriculado em 2018); foto 3×4; cópia do RG e CPF e assinatura do responsável para menores de 18 anos.
Mais informações pelos telefones (19) 19 3844 5871 ou (19) 99810-5080, e-mail secretaria@pauliniabmx.com.br ou no facebook.com/pauliniabmx.

Veja Também

Final de semana teve bola rolando por quatro campeonatos de futebol

O final de semana esportivo de Hortolândia apresentou aos torcedores do futebol da cidade muita ...