Projeto do prefeito aprovado na Câmara cria marca para Sumaré

Vereadores aprovaram a proposta do prefeito Luiz Alfredo Dalben para criar “marca definitiva”

Foi aprovado pelos vereadores de Sumaré o Projeto de Lei nº 169/18 apresentado pelo prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS) para a criação de uma “marca definitiva” do município. O objetivo é fortalecer a identidade visual da cidade para que seja identificada pela mesma marca por toda a história. O projeto foi aprovado na 31ª sessão ordinária do ano realizada na terça-feira, 09 de outubro. Também foram discutidos temas de todas as áreas e segmentos e os vereadores levaram ao plenário as reivindicações dos moradores e também propostas de melhorias, seja em forma de indicações, requerimentos e moções.
O projeto aprovado autoriza a Prefeitura de Sumaré a implantar o Manual de Identidade Visual do Município. “A marca é o maior patrimônio de um governo, empresa ou instituição. Ela constitui na manifestação de todos os objetivos a que se quer demonstrar uma atividade. Por isso, deve-se ter maior cuidado em produzi-la, obedecendo todas as características originais: fonte, cores, formas e proporções”, apontou a Câmara em nota.
O prefeito salientou que, “por trás da marca há mais do que um logotipo, há um DNA, um conjunto de informações e benefícios”. “É uma história contada em poucos detalhes. E aí está a importância dela precisar ser tão clara e eficiente”, comentou o chefe do Executivo na justificativa do projeto.
Um dos fundamentos desta iniciativa, segundo o prefeito, é a economia representada para os cofres públicos, “uma vez que, a cada novo governo a confecção de uma nova logomarca, trocas de símbolos de identidade visual, criados em vários governos, bem como toda a mudança de materiais de expediente, pinturas, criações gráficas, mudança visual de veículos, entre outros, geram excessivos ônus para o orçamento público”.
Os vereadores também aprovaram o Projeto de Lei nº 166/18, do prefeito Luiz Dalben, que denomina a USF (Universidade Saúde da Família) Veccon de “José Carlos Luciani de Oliveira”

DEFICIENTE AUDITIVO
Também foi aprovado o Projeto de Lei nº 171/18, do vereador Rudinei Lobo (PRB), que inclui no Calendário Oficial de Eventos do Município o “Dia Municipal do Surdo” a ser comemorado anualmente em qualquer dia da semana em que cair o dia 26 de setembro. Os poderes Legislativo e Executivo poderão realizar ou apoiar eventos relacionados com o tema, objetivando a conscientização, inclusão e combate ao preconceito.
“O objetivo é garantir a inclusão e a conscientização ao acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação. A legislação federal determinou uma série de medidas a serem tomadas pelos Estados Membros, medidas estas que necessitam de comando legal no âmbito estadual e municipal”, comentou o vereador.
O Projeto de Lei nº 153/18, do vereador Ronaldo Mendes (PSDB), foi adiado por pedido de vistas do vereador Willian Souza (PT). O projeto prevê tem o objetivo de proibir o uso da buzina por composições ferroviárias que trafegam pelo perímetro urbano de Sumaré entre os horários das 22h às 6h.

Veja Também

MP arquiva 2 das quatro representações contra a ‘Taxa do Lixo’ de Nova Odessa

Uma das reclamações continua sob análise da promotora Beatriz Valério, e outra é avaliada pela ...