Pela 2ª vez no ano, creche do Jardim Mirante é alvo de furto e vandalismo

Desta vez, criminosos furtaram diversas televisões e quebraram a porta de vidro do berçário, deixando 32 bebês sem atendimento

Pela segunda vez no ano, a Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) Santa Clara, no Jardim Mirante, em Hortolândia, foi alvo de atos de vandalismo e do furto de materiais, obrigando a direção a dispensar os alunos. Este foi também o 3º caso do tipo no ano na Rede Municipal de Ensino. Na madrugada da quarta-feira (12/09), criminosos ainda não identificados invadiram o prédio público municipal e furtaram diversas televisões das classes do Minigrupo, do Maternal e do Berçário. Os indivíduos tiveram acesso pela porta da Emei. Uma porta de vidro do berçário foi estourada. A escola tem câmeras de monitoramento e as imagens estão sendo recuperadas pelas equipes das secretarias municipais de Educação e de Segurança.
“A Guarda Municipal foi acionada para atender a ocorrência. Funcionários da Prefeitura compareceram na delegacia para registrar boletim de ocorrência. Segundo o registro policial, uma funcionária da unidade de ensino ao chegar para trabalhar, nesta manhã, avistou o local aberto e todo revirado”, informou a Prefeitura.
A Secretaria de Educação acrescentou que apenas os alunos da sala de berçário, cerca de 32 crianças no total, foram dispensadas das aulas para que fosse providenciada a remoção de cacos de vidro provenientes da porta quebrada. “Amanhã (quinta-feira), o atendimento será normalizado. A escola atende 420 crianças, com idade entre zero e cinco anos”, finalizou a nota da Prefeitura.

1º CASO
No início de maio deste ano, a unidade da Rede Municipal de Ensino já havia ficado dois dias às escuras devido ao furto de fios elétricos de grosso calibre, prejudicando cerca de 420 estudantes de quatro meses a cinco anos de idade, em turmas de Berçário, Maternal, Minigrupo, Jardins 1 e 2. Na ocasião, em razão do vandalismo, todos os alunos ficaram sem aula nos dois períodos (manhã e tarde).
O problema foi descoberto por funcionários e pela diretora da unidade por volta das 7h do dia 08 de maio, uma terça-feira. Ao checarem a caixa de energia, verificaram o corte dos cabos de grosso calibre entre a estrutura e o poste. Posteriormente, já durante a realização do reparo, constatou- -se furto de cabos também na caixa subterrânea de fiação.
Neste primeiro caso, a equipe gestora da unidade escolar também fez o BO (Boletim de Ocorrência) no 1º DP (Distrito Policial) da cidade, no Jardim Rosolen, e acionou outros órgãos da Administração Municipal, como Guarda Municipal e Setor de Manutenção Escolar, a fim de agilizar a resolução do problema. Pais e responsáveis pelos alunos foram avisados da suspensão momentânea das atividades.
Inicialmente, a Prefeitura de Hortolândia comprou 125 metros de cabos de 50 milímetros – 100 m do preto de 5 kv (quilovolts) e 25 m do azul de 5 kv. No entanto, foi necessário comprar mais 100 m de cabos de 70 milímetros de 1kv preto. O reparo foi feito por equipes do Departamento de Serviços Urbanos da Secretaria de Obras. O prejuízo com o vandalismo foi de R$ 7 mil, apenas com a compra de material (225 metros de fios, 16 conectores e três luvas de alumínio).

NOVO CAMBUÍ
Também em maio deste ano, no dia 14 (uma segunda- -feira), cerca de 265 alunos de quatro meses a cinco anos de idade da Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) Jardim Novo Cambuí, em Hortolândia, ficaram sem aulas após desconhecidos invadirem e depredarem a unidade durante o final de semana anterior. No local, portas foram arrombadas e janelas tiveram os vidros quebrados.
Os vândalos pularam o muro da creche, quebraram vidros e entraram por uma das salas de aula. Ainda levaram sete aparelhos de TV e DVD, monitores, computadores, amplificadores, rádios portáteis e brinquedos da creche pública. Os meliantes rasgaram papéis, destruíram mascotes das crianças (bonecos de uso pedagógico) e urinaram em sala de aula. As crianças não puderam entrar na escola e tiveram que ser levadas de volta pra casa, prejudicando muitos pais que trabalham.

Veja Também

Polícia Militar deflagra 5ª edição da ‘Operação São Paulo Mais Seguro’

Os policiais militares do 48º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) realizaram a partir ...