Associação Comercial de Sumaré ‘acompanha de perto’ a situação

Em nota emitida ainda no sábado, a Acias (Associação Comercial e Industrial de Sumaré) afirmou que “tem mantido, neste momento, contato estreito com a Prefeitura de Sumaré para tratar da questão, e ambas aguardam a assinatura do decreto pelo governador com as condições detalhadas, para apresentar aos empresários os esclarecimentos quanto a quem poderá e quem não poderá permanecer em funcionamento”.
“A Prefeitura informou que muitos empresários têm tentado contato direto com a secretaria de saúde para obter informações sobre a possibilidade ou não de funcionamento, o que tem consumido recursos humanos que deveriam ser utilizados para combater a pandemia. Solicitamos a todos calma neste momento de incertezas e acreditamos que até a segunda-feira (ontem) todas as questões serão respondidas”, afirmou a entidade de classe.
“A Acias reforça que está apresentando à prefeitura as dúvidas e requerimentos, e buscando esclarecimentos para que todos os empresários (do comércio, da indústria e da prestação de serviços) tenham segurança jurídica quanto à situação”, completou a Associação Comercial.

Terça-feira, 24 de Março de 2020

Veja Também

Nova Odessa inicia cadastro eletrônico para entrega de cestas básicas a famílias

O formulário eletrônico para pedido de cestas básicas por famílias com dificuldades em função da ...