Campanha ‘10 min Contra o Mosquito’ orienta população a combater o Aedes

Hortolândia registra 25 casos positivos de dengue neste ano; Prefeitura promove hoje mutirão no São Miguel, Gabriel e Santo André

As ações da Prefeitura de Hortolândia de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, chikungunya e zika, propostas à população para que os moradores sejam parceiros nesta missão são simples e fáceis de realizar. Bastam 10 minutos de atenção por semana para acabar com o ciclo de procriação do Aedes e evitar essas doenças. Para orientar melhor a população, a Prefeitura de Hortolândia mantém a Campanha “10 Minutos Contra o Mosquito”.
O material está disponível nas Unidades de Saúde, é distribuído em escolas e também pode ser conferido no site da Prefeitura, no link http://www2.hortolandia.sp.gov.br/images/banners/Panfleto.pdf. Pela internet, é possível baixar o folheto e imprimir atividades para as crianças participarem da mobilização.
De acordo com a Secretaria de Saúde, o ciclo de vida dos Aedes, do ovo até a fase adulta, leva de 7 a 10 dias. Se a verificação dos criadouros for realizada uma vez por semana, é possível interromper o ciclo e evitar o nascimento de novos mosquitos. No material informativo, há orientações para checar alguns itens dentro e fora de casa.
Além de orientar a população para ser parceria no combate ao Aedes, a Prefeitura também faz a parte dela, com mutirões regionais. Neste sábado (15/02), agentes de Saúde vão visitar imóveis do Jardim São Miguel, Parque Gabriel e Jardim Santo André, das 8h às 13h, para vistoriar as casas e informar os moradores sobre a importância de evitar água parada.
Neste ano, Hortolândia registra 25 casos positivos de dengue. Os indicadores apontam o risco de uma epidemia neste ano, se a proliferação do Aedes aegypti não for contida. Esta previsão é realizada com base na pesquisa de ADL (Avaliação de Densidade Larvária), também conhecida como Índice de Breteau. A apuração mais recente foi em janeiro e o resultado apontou índice de 3.2, considerado médio.
O Índice de Breteau é dividido em três escalas: de 0 a 1 é considerado em nível baixo; de 1 a 4, médio; e resultados superiores a 4, alto. Um índice baixo sinaliza que o controle dos criadouros tem sido eficaz, eliminando a maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti. Já quanto maior for o índice, mais chance de aumento de casos positivos de doenças.

PREVENÇÃO
Para conscientizar a população sobre a importância de manter quintais e casas livres de objetos que possam acumular água, a Prefeitura de Hortolândia lançou, em 2017, o Programa Agenda Verde, ação que envolve diversas atividades, como mutirões, Cata Bagulho, plantio de árvores em terrenos antes usados para descarte de lixo, tudo com o objetivo de deixar a cidade mais limpa.
Além de colaborar com a manutenção urbana, a Agenda Verde busca despertar na população o sentimento de parceria, uma vez que todos são responsáveis pela limpeza da cidade. A Prefeitura acredita que mobilizando a população, será mais fácil resolver, em conjunto, questões ambientais que se tornam problemas de saúde pública.

Sábado, 15 de Fevereiro de 2020

Veja Também

Prefeitura de Sumaré recebe R$ 3,6 milhões para obras de recapeamento

Secretário de Estado Marco Vinholi e deputado estadual Dirceu Dalben vieram a Sumaré para assinar ...