Profissionais da Rede de Saúde de Sumaré recebem capacitação sobre o coronavírus

Sumaré “está preparada para atender com qualidade qualquer paciente que apresente sintomas ou que necessite de auxílio”

A Prefeitura de Sumaré, por intermédio da Secretaria de Saúde, realizou uma capacitação aos profissionais da Rede de Atenção Primária, dentro das ações do Plano de Contingência do Coronavírus. O treinamento foi ministrado pela equipe da Vigilância em Saúde no Centro Administrativo de Nova Veneza e teve por finalidade orientar os colaboradores quanto à identificação, diagnóstico adequado e uso correto dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), bem como a formação de multiplicadores nas Unidades de Saúde. Foram distribuídos também o “Kit Corona” (EPIs) e o “Kit Dengue” (panfletos de orientação e cartazes).
Toda a Rede Municipal de Saúde está preparada e destinará vagas diárias para atender os suspeitos. Ao procurar a Unidade de Saúde, os usuários serão avaliados se os sintomas indicam alguma probabilidade de infecção por coronavírus. Também serão tomadas as providências para notificação e coleta de material para exame laboratorial.
Caso o paciente apresente sintomas como febre, tosse e dificuldade para respirar ou tenha histórico de viagem para locais com transmissão do vírus, como a China, por exemplo, a orientação é para que procure a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua residência.
A mesma recomendação vale para quem teve contato com alguma pessoa com suspeita da doença. Na Urgência e Emergência, uma grade de transferência dos quadros respiratórios graves (necessidade de intubação, por exemplo) foi montada para que esses casos sejam remanejados para hospitais da região.
“Sumaré está preparada para atender com qualidade qualquer paciente que apresente sintomas ou que necessite de auxílio. Queremos tranquilizar a população. Nossas unidades e colaboradores foram capacitados e estão de prontidão para prestar um atendimento adequado e eficiente. Esperamos que nosso município continue sem nenhum registro de caso suspeito. Para isso, continuamos em alerta e trabalhando incansavelmente. Também contamos com a colaboração da população para que siga algumas medidas de prevenção e, em caso de suspeita, procure imediatamente a unidade de referência mais próxima de casa”, disse o prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).
O Ministério da Saúde recomendou evitar viagens à China como forma de prevenir contaminações. No entanto, as precauções de contágio são importantes para evitar a propagação de doenças infecciosas.
As ações de prevenção incluem: evitar contato próximo com pessoas doentes e que tenham infecção respiratória aguda; lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um antisséptico para as mãos à base de álcool em gel, principalmente após contato direto com pessoas doentes e antes de se alimentar; usar lenços descartáveis para higiene nasal (nada de lencinhos de pano); cobrir nariz e boca sempre que for espirrar ou tossir com um lenço de papel e descartar no lixo; higienizar as mãos sempre depois que tossir ou espirrar; evitar tocar em olhos, nariz e boca com as mãos não higienizadas; manter ambientes muito bem ventilados; não compartilhar objetos de uso pessoal como copos, garrafas e talheres; limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência; e evitar contato com animais selvagens ou doentes.

SITUAÇÃO
Até o final da tarde de sexta-feira (14), havia caído para quatro o número de pacientes suspeitos de infecção pelo vírus ainda em análise no Brasil, sem nenhum caso confirmado. Os casos suspeitos estão concentrados nas regiões Sudeste e Sul, com uma investigação em São Paulo (de um paciente de Campinas que esteve na China), uma no Paraná e duas no Rio Grande do Sul. Até agora, 43 casos já foram descartados em todo o Brasil, que permanece sem registro da doença. No início da semana, o novo coronavírus chinês ganhou o nome oficial de Covid-19, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Sábado, 15 de Fevereiro de 2020

Veja Também

Monte Mor investe em Educação e na Saúde acima do mínimo exigido

Índice de aplicação do total das receitas do Município na Educação foi de 27,26% e ...