Prevenção às DSTs é tema de palestra grátis para imigrantes haitianos

Pelo menos 35 haitianos participaram na tarde de sábado (08/02) de uma palestra sobre orientação sexual, promovida pela Prefeitura de Hortolândia. A ação, voltada especificamente para a comunidade de refugiados e imigrantes do Haiti que moram na cidade, foi realizada pelo Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para as Mulheres da Secretaria de Governo, em parceria com a Secretaria de Saúde. A palestra aconteceu em salão próprio do grupo, na Rua da Gaivota, no Jardim Boa Esperança.
O tema foi abordado pela servidora Sandra Duarte, coordenadora do Amdah (Ambulatório de HIV/Aids e Hepatites Virais de Hortolândia), órgão da Administração Municipal localizado na Rua Ernesto Bergamasco, nº 262, na Vila Real. Maxime Myrtil, um dos integrantes do grupo que já domina o português, auxiliou os demais, ajudando na interpretação simultânea.
Durante a palestra, Sandra reforçou a importância de realizar os testes rápidos de HIV, hepatites virais e sífilis, uma vez que quando as doenças são diagnosticadas precocemente têm tratamento mais eficaz. Segundo ela, o Ambulatório conta com profissionais capacitados para acolher munícipes com HIV e Hepatites Virais. “Temos hoje em Hortolândia 400 pacientes em tratamento de HIV, 78 de hepatites B e 117 de hepatite C. Temos disponível a PEP (Profilaxia Pós-Exposição de Risco) e a PrEP (Profilaxia Pré-Exposição de risco à infecção pelo HIV)”, informou a profissional.
Além de assistirem à palestra, os participantes foram convidados a conhecer o Amdah e realizar a testagem para estas doenças. A data ainda será agendada junto ao ambulatório por representantes do Departamento de Direitos Humanos.
Segundo o órgão, atualmente cerca de 100 haitianos, entre imigrantes e refugiados, moram em Hortolândia. A Prefeitura os tem apoiado, por meio de uma série de iniciativas e ações, dentre elas a promoção de aulas gratuitas de português, a realização de eventos apresentando e disponibilizando serviços públicos e o mapeamento do número de refugiados e imigrantes existentes no município e suas principais demandas.

Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020

Veja Também

Começa a limpeza de área da nova loja do McDonald’s em Nova Odessa

Teve início na quinta-feira (27/02) a limpeza na área de 3 mil metros quadrados que ...