ONG Lona das Artes promove corrida e caminhada para arrecadar mais recursos

A ONG Lona das Artes, que atende jovens de Campinas, Sumaré e Hortolândia, promove no dia 02 de fevereiro, um domingo, a Corrida Power Run. O objetivo do evento é arrecadar recursos para a aquisição de uma nova lona e a construção de um muro que cerque todo o espaço ocupado hoje pela instituição, na Vila Padre Anchieta, em Campinas. A competição será no Parque Botânico Amador Aguiar, dentro do condomínio Swiss Park (com entrada pelo km 90 da rodovia Anhanguera), em Campinas, das 7h30 às 13h.
A prova terá percursos de 6 e 12 quilômetros, nas modalidades corrida e caminhada. O evento é coordenado por um grupo de colaboradores da divisão de Ferramentas Elétricas da Robert Bosch, de forma voluntária. Todo o dinheiro arrecadado com a taxa de inscrição será revertido para a Lona das Artes.
As inscrições estão sendo realizadas por meio do aplicativo Sympla (https://bit.ly/34OZdaY), não havendo outros pontos de inscrição. O valor individual da corrida/caminhada é dividido em três lotes: R$ 40,00, R$ 50,00, R$ 60,00. Pessoas com idade superior ou igual a 60 anos têm direito, pelo Estatuto do Idoso, a desconto de 50% no valor da inscrição.
Todos os participantes inscritos na competição, independentemente de categoria, receberão medalhas de participação. Os três primeiros colocados em cada modalidade ganharão troféus e brindes. Não haverá premiação em dinheiro.
Sediada na Vila Padre Anchieta, em Campinas, a Lona das Artes oferece aulas gratuitas de técnicas circenses, teatro e balé para crianças e adolescentes, oriundos de áreas de vulnerabilidade social em Campinas, Sumaré e Hortolândia. Conta ainda com programas voltados à capacitação profissional de jovens em áreas relacionadas às atividades artísticas, como cenografia, maquiagem, figurino, iluminação e sonorização, entre outras.
A Lona das Artes é apoiada pela Coca-Cola Femsa Brasil, por meio de edital “Ideias para um Mundo Melhor”, para o desenvolvimento de projetos voltados à promoção de transformações sociais, utilizando a arte circense como instrumento de educação e de conscientização sobre questões relacionadas principalmente à sustentabilidade ambiental.

Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Veja Também

Hortolândia recebe parede de escalada esportiva do Circuito Sesc de Esportes

Você sabia que a escalada esportiva estreará, neste ano, nos Jogos Olímpicos de Tóquio? Os ...