Decreto de Cazellato busca incentivar uso do Theatro Municipal de Paulínia

Graças à nova regra, escolas, empresas e agentes culturais de Paulínia e região que produzam espetáculos terão 50% de desconto

Atendendo a uma reivindicação dos produtores culturais da cidade e da região, o prefeito de Paulínia, Ednilson “Du” Cazellato (PSDB), colocou em prática uma medida que reduziu as taxas cobradas para quem deseja locar o Theatro Municipal Paulo Gracindo. Por meio do Decreto Municipal nº 7.690, do último dia 30 de outubro de 2019, escolas, empresas, companhias e manifestos de Paulínia e região, que produzam espetáculos culturais agora terão 50% de desconto para realizarem suas apresentações ou eventos no palco do Theatro Municipal.
O Decreto foi publicado na edição do Semanário Municipal número 1.438, de 31 de outubro de 2019, e já se encontra em vigor. “Nosso desejo é incentivar quem produz cultura e permitir que todos tenham acesso ao teatro, principalmente quem faz isso em nossa cidade”, comentou Du Cazellato.
Como complemento a medida além do desconto aplicado para quem fomenta a cultura, o número  de UFPs (Unidades Fiscais de Paulínia), que é base de cálculo para locação, também caiu. Para efeito comparativo antes do Decreto, uma produtora que desejasse alugar o teatro de forma total por 18 horas, pagaria o valor de R$ 4.448,00. Com a redução dos valores, a mesma produtora agora irá desembolsar R$ 1.773,00.
A medida também reduziu o valor da porcentagem cobrada caso o produtor opte por realizar o pagamento da taxa de locação com base no valor arrecado na bilheteria. Antes a margem era 12% e a partir do Decreto o número foi reduzido para 8% podendo chegar a 4% para quem “produz Cultura”.
“Acreditamos que a cultura pode ser geradora de emprego em nossa cidade, além de permitir que as pessoas se entretenham. Essa medida vai permitir uma maior ocupação do teatro”, comentou Rander Augusto, novo secretário municipal de Cultura.
O Teatro Municipal de Paulínia, nomeado oficialmente como Teatro Municipal Paulo Gracindo, é um dos mais importantes teatros do interior de São Paulo. Situa-se na Rodovia José Lozano Araújo, nº 1.551, na Zona Sul da cidade, e já atraiu grandes apresentações de nomes das Artes Cênicas e da Música. A programação do espaço pode ser acompanhada em http://sites.paulinia.sp.gov.br/cultura/tag/theatro/.

A GESTÃO
Décimo terceiro prefeito da cidade em apenas 7 anos, Du Cazellato e seu vice-prefeito, Sargento Camargo (PSDB), ganharam a Eleição Suplementar realizada pela Justiça Eleitoral no último dia 1º de setembro, recebendo 13.119 votos – o equivalente a 26,99% do total de 48.613 votos válidos.
A eleição foi determinada após a cassação definitiva dos mandatos do ex-prefeito Dixon Carvalho (PP) e de seu vice, Sandro Caprino (PRB), por abuso de poder econômico e arrecadação ilícita de recursos na campanha de 2016. Ele permanece no comando do Executivo até o fim do “mandato tampão”, em 31 de dezembro de 2020 – mas pode ser candidato à reeleição, se aprovado pelo partido.
Já o secretário Rander Augusto Andrade é formado em Direito pela PUC-Campinas, cursando doutorado em Direito Penal pela Universidade de Buenos Aires, foi secretário de Negócios Jurídicos em Louveira, Itatiba, secretário de Saúde, Governo e presidente do Fundo de Assistência de Cultura em Carmo do Rio Claro e também é professor universitário. Ele já havia ocupado a função no mandato interino de Cazellato à frente da Prefeitura, entre o final de 2018 e o início deste ano.

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

Veja Também

BRK inicia extensão de rede de água que vai beneficiar 3,9 mil moradores

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de Água e Esgoto de Sumaré, vai realizar ...