Saúde de Nova Odessa realiza mutirão de consultas com urologistas no dia 30

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa realiza no próximo dia 30, entre 8h e 12h, o mutirão de consultas com médicos urologistas dentro do “Novembro Azul”, mês inteiramente dedicado à prevenção do câncer de próstata. Seis profissionais vão atender a população masculina no Ambulatório de Especialidades Médicas.
O secretário Vanderlei Cocato ressalta que é importante que o paciente que tem a intenção de participar do mutirão, realize o check-up que está sendo oferecido pela prefeitura – e que inclui o PSA (Antígeno Prostático Específico) – em três Unidades Básicas de Saúde, entre 7h e 12h: a UBS do Centro, que também atende moradores do São Jorge, do São Francisco e da região do Pós-Anhanguera; a Unidade do Jardim Marajoara; e a Unidade do Jardim Alvorada, que, além dos usuários daquela região, compreende as pacientes da UBS 3 (Jardim São Manoel).
“No dia 30, nós faremos o grande mutirão de consultas. Seis urologistas estarão atendendo os homens no Ambulatório de Especialidades. O atendido será para todos e não apenas para aqueles que realizarem o check-up nas três Unidades de Saúde. Mas é muito bom que o paciente já tenha o resultado destes exames para que o médico possa analisá-lo”, explicou Cocato. No exame de sangue, são analisados também indicadores importantes de saúde, como glicemia, colesterol, ureia, creatinina, sódio, potássio, TGO, TSH e T4 livre.
As ações do ‘Novembro Azul’ incluem ainda uma série de palestras que serão ministradas pelo médico urologista José Lourenço Jorge Alvarenga e pelo enfermeiro André Barros. Elas acontecerão nos dias 12 (Garagem Municipal), 14 (Coden), 18 (UBS Centro), 19 (UBS Marajoara), 21 (UBS São Francisco), 22 (UBSs 3 e 5), sempre às 7h, e no dia 27 (Clube da Melhor Idade, às 14h). Já no dia 28, as palestras serão realizadas em empresas da cidade.
O urologista José Lourenço Jorge Alvarenga explicou que o câncer de próstata é assintomático na sua fase inicial, ou seja, a pessoa pode estar com a doença em evolução sem saber.
“Por isso, os exames são fundamentais para o diagnóstico e o tratamento precoces, que aumentam a chance de cura. Cerca de 20% dos casos de câncer de próstata não são detectados através do PSA, mas apenas no exame de toque. Por isso é importante que o homem realize os dois exames”, enfatizou Lourenço. “Infelizmente ainda há muito preconceito em relação aos exames de prevenção ao câncer de próstata. Este é o segundo câncer que mais mata e a conscientização e prevenção são o melhor remédio. Convidamos os homens a participarem do mutirão. É uma ação importantíssima e que pode, literalmente, salvar vidas”, completou o médico.

CÂNCER
A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que produz e armazena parte do fluido seminal. Câncer de próstata é o tumor mais comum em homens acima de 50 anos. Os fatores de risco incluem idade avançada (acima de 50 anos), histórico familiar da doença, fatores hormonais e ambientais e certos hábitos alimentares (dieta rica em gorduras e pobre em verduras, vegetais e frutas), sedentarismo e excesso de peso.
A maioria dos cânceres de próstata cresce lentamente e não causa sintomas. Tumores em estágio mais avançado podem ocasionar dificuldade para urinar, sensação de não conseguir esvaziar completamente a bexiga e hematúria (presença de sangue na urina). Dor óssea, principalmente na região das costas, devido à presença de metástases, é sinal de que a doença evoluiu para um grau de maior gravidade.

Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

Veja Também

‘Vestibular Solidário’ da Anhanguera vai beneficiar instituições de Sumaré

Nos próximos dias 12 e 14 de dezembro, a Faculdade Anhanguera realiza mais uma edição ...