Vereador Ney do Gás comemora sucesso da Lei Lucas em Sumaré

Parlamentar fez Moção às equipes responsáveis pelo treinamento de primeiros socorros a 2.300 alunos e 140 professores de 15 escolas

O sucesso da Lei Lucas em Sumaré foi comemorado na noite de terça-feira (05/11), durante a sessão ordinária realizada na Câmara Municipal. Os coordenadores e integrantes do projeto receberam Moção de Congratulação do vereador Ney do Gás (PV), autor do PL que criou a Lei Lucas em fevereiro de 2018. A medida obriga professores e funcionários de escolas e do transporte escolar do Município a cumprirem curso de capacitação em primeiros socorros. A moção entregue na noite da terça foi aprovada por 19 votos favoráveis e subscrita pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Willian Souza (PT), e pelos vereadores Décio Marmirolli (PSB), Joel Cardoso (SD) e João Maioral (PDT).
A Câmara Municipal de Sumaré foi uma das primeiras da RMC (Região Metropolitana de Campinas) a aprovar a Lei Lucas. O projeto teve autoria do vereador Ney do Gás e havia sido protocolado pouco tempo antes, diante da necessidade de serem evitadas mortes como a do menino Lucas Begalli Zamora.
Em setembro de 2017, Lucas, então com dez anos de idade, faleceu após sofrer engasgo com um cachorro-quente, durante um passeio escolar. A partir de uma iniciativa da mãe, a advogada Alessandra Begalli Zamora, o Projeto de Lei foi votado e implementado nas Redes de Ensino de diversas cidades brasileiras. Também já virou lei estadual.
“Podemos afirmar que o treinamento foi um sucesso. Os números não nos deixam mentir: 2.300 alunos e 140 professores e 15 escolas diferentes da Rede Municipal de Sumaré receberam capacitação pelo Projeto Lei Lucas, desenvolvido pela Prefeitura, por meio das secretarias de Saúde, Educação e Segurança Pública”, destaca Ney do Gás.
Os treinamentos foram ministrados por integrantes do Samu e Corpo de Bombeiros Municipal, em parceria voluntária com as escolas de enfermagem Arquimedes, Liderança, Etec Futuro, Etep Novo Horizonte e Camp Care. Também participaram dos treinamentos, voluntariamente, a Escola de Bombeiros Civil Cetseg, o 1º Agrupamento Bombeiros Voluntários de Sumaré – Cobra e o SindiBombeiros. “Foram inegáveis os esforços de todos os profissionais envolvidos no Centro de Operações do Corpo de Bombeiros (Cobom) e o apoio ímpar do NEP (Núcleo de Educação Permanente) da Secretaria Municipal de Saúde”, ressalta o vereador.
De acordo com a moção apresentada por Ney do Gás, cerca de 700 crianças morrem anualmente no país vítimas de sufocação, engasgamento ou asfixia, termos utilizados para caracterizar a dificuldade de respirar devido à presença de corpos estranhos na garganta. “Porém, graças a esse esforço, a partir da Lei Lucas, as crianças da nossa cidade estão mais seguras e protegidas no ambiente escolar”, finaliza o vereador.
Participaram dos treinamentos as escolas municipais José de Anchieta, Oswaldo Roncolatto, Dona Augusta Ravagnani Basso, Parque Residencial Regina, Professora Neusa de Souza Campos, Alfredo Castro Donaire, Professora Nilza Thomazini, Professora Eliana Minchin Vaughan, Ramona Canhete Pinto, Maria Aparecida de Jesus Segura, Antônio Palioto, Professora Flora Ferreira Gomes, Antonietta Cia Viel, André de Nadai e Professora Anália de Oliveira Nascimento.

Quinta-feira, 7 de Novembro de 2019

Veja Também

Com apoio da BRK, Festival de Iniciação Esportiva atende 530 alunos em Sumaré

Patrocinado pela concessionária BRK Ambiental, evento ocorreu na última sexta-feira na EMEF Professora Eliana Minchin ...