Polícia apreende mais de R$ 92 mil em dinheiro e 2 kg de drogas

A Polícia Militar prendeu o comerciante R.V.C., de 39 anos, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas. Ele foi abordado pela equipe de Força Tática em um lava-rápido no Jardim Consteca, em Sumaré, no início da noite de quinta-feira (31/10). Com ele, os policiais encontraram R$ 383,00 em dinheiro e, perto do suspeito, uma sacola com 13 porções de cocaína. Os policiais seguiram até a loja do comerciante, que fica no mesmo bairro, onde teriam encontrado aproximadamente dois quilos de cocaína. Posteriormente, os PMs foram até a casa de R., no Parque Florença, onde encontraram “grande quantidade de dinheiro”, que totalizou R$ 92.161,00, e mais um cheque no valor de R$ 8.200,00.
Também foram apreendidos uma anotação com a possível “contabilidade” do tráfico de drogas e 11 aparelhos celulares. Levado ao Plantão Policial, ele foi autuado em flagrante sob acusação de tráfico de drogas e depois encaminhado à Cadeia de Sumaré, onde ficou até ser apresentado no Fórum para sua audiência de custódia.
Por volta das 18h30 de quinta-feira, os policiais da Força Tática faziam patrulhamento na Rua Benjamin Constant, no Jardim Consteca, quando identificaram dois homens, que teriam se assustado após perceberem a aproximação dos policiais. O comerciante foi localizado perto de uma escada e segurava uma sacola com uma quantia em dinheiro, de acordo com a PM. Perto dele, os policiais teriam localizado outra sacola com algumas porções de cocaína. O outro rapaz que estava nas imediações também foi abordado, mas foi liberado, pois não portava nada de ilícito.
Os policiais seguiram até a loja de roupas do suspeito, no Jardim João Paulo 2º, onde teriam encontrado mais uma quantia em dinheiro e as porções de cocaína, que ainda seriam separadas em unidades menores para a venda ao público consumidor do entorpecente, bem como as anotações sobre a suposta contabilidade do tráfico de drogas no local.
Em seguida, os PMs seguiram até a casa do comerciante, no Parque Florença, onde teriam localizado o restante do dinheiro que estaria dentro de uma caixa de sapatos, em uma cômoda no quarto do comerciante. O acusado foi levado ao Plantão Policial, onde prestou depoimento ao delegado Marcelo Moreschi Ribeiro e depois foi transferido à Cadeia de Sumaré, onde ficou à disposição da Justiça.

Sábado, 2 de Novembro de 2019

Veja Também

Guarda de Sumaré deve passar a contar com sistema de rádio digital

Implantação da nova tecnologia, que opera com GPS, deve ser viabilizada por meio de recursos ...