Três assaltantes são mortos em mega assalto ao Aeroporto de Viracopos

Mulher com bebê no colo foi feita refém ao ter a casa invadida por um dos assaltantes; ele foi morto por sniper do Gate da PM

Criminosos invadiram o terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, na manhã da quinta-feira (17/10). A quadrilha portava armas de grosso calibre, como fuzis e uma metralhadora ponto 50 (antiaérea), e trocou tiros com os seguranças. Eles fugiram com malotes da transportadora de valores Brinks que seriam destinados para um banco na Inglaterra. Dois vigilantes e um major da Polícia Militar foram baleados sem gravidade. Três assaltantes foram mortos – dois deles durante a fuga e outro, atingido por um atirador (sniper) do Gate (Grupo de Ações Táticas) da Polícia Militar após invadir uma residência no Jardim Campina Verde, em Campinas, e fazer dois reféns.
O bando também ateou fogo em dois caminhões na Rodovia Santos Dumont (SP-79), principal acesso ao aeroporto. As duas pistas foram bloqueadas por cerca de uma hora e meia. O aeroporto ficou fechado por 20 minutos para pouso e decolagens.
O roubo ocorreu às 9h50 da quinta-feira (17). O bando invadiu a pista com dois veículos com as cores e características da Aeronáutica. A caminhonete foi parada, mas mesmo assim o assaltante que conduzia o veículo acelerou e rompeu o portão de acesso. Houve uma intensa troca de tiros entre a quadrilha e os seguranças da empresa.
Algumas pessoas que estavam no aeroporto gravaram parte do tiroteio. Depois de conseguir os malotes com uma quantia em dinheiro, eles fugiram. Dois criminosos morreram em confronto com a Polícia Militar nas proximidades do aeroporto. Dois seguranças e um major da PM também foram alvejados. Eles foram socorridos para hospitais de Campinas e passam bem.
Para dificultar o acesso da polícia ao aeroporto, o bando queimou dois caminhões, que ficaram atravessados na Rodovia Santos Dumont. Alguns motoristas atravessaram o canteiro central para fugir do bloqueio.

BUSCA
Logo após a ação criminosa, as policiais federais, civis e militares intensificaram as buscas nas imediações, na tentativa de localizar os suspeitos. Um deles invadiu uma residência no Jardim Campina Verde e fez uma dona de casa e seu bebê de dez meses no colo como reféns. A mulher teve uma arma engatilhada apontada para a cabeça enquanto os policiais militares do Gate e da Tropa de Choque, de São Paulo, negociavam com o suspeito.
O major Luís Augusto Pacheco Ambar, comandante do Gate, disse que a negociação “estava indo bem”, mas o criminoso teria se posicionado perto da porta. Um sniper, que já estava posicionado, fez o tiro, que alvejou o assaltante.
“O meliante aumentou a agressividade e estava com uma arma apontada para a cabeça da mulher. Assim que ele se aproximou da porta, o sniper que estava do outro lado da rua fez o primeiro tiro e, em seguida, houve a invasão dos policiais na casa”, disse Ambar. No confronto, a dona de casa foi baleada nas nádegas por estilhaços, e o bebê saiu ileso. Ambos foram levados para atendimento médico em um hospital de Campinas.
Três viaturas da GCM (Guarda Civil Municipal) também foram atingidas por tiros. Os guardas perceberam que os criminosos jogaram os malotes em um caminhão de lixo no Jardim Vida Nova, em Campinas. Eles preservaram o local até a chegada do reforço do Baep (Batalhão de Ações Especiais) da Polícia Militar, que recolheu dois malotes, um fuzil, celulares e uma pistola que foram abandonados no caminhão de lixo.

VIRACOPOS
Em nota, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos confirmou que houve um assalto ao Terminal de Cargas por volta das 9h50 de ontem. A quadrilha acessou o Terminal de Carga pelo portão E24, usando duas caminhonetes semelhantes a veículos da Aeronáutica. Esses veículos tiveram os pneus dilacerados na entrada do portão, mesmo assim, seguiram até o pátio do Terminal de Carga e fizeram o assalto portando forte armamento.
A quadrilha fugiu utilizando duas caminhonetes que aguardavam do lado de fora. Durante a ação criminosa, o aeroporto foi fechado para pousos e decolagens no período das 10h às 10h20. Mesmo não tendo ocorrido nenhuma ação no Terminal de Passageiros, foi necessário passar os passageiros que estavam embarcando por nova inspeção de raios-x por questões de segurança. As autoridades policiais divulgarão qualquer nova informação a esse respeito.
As operações do aeroporto foram retomadas ainda de manhã.
Para realizar o assalto, os bandidos atearam fogo em duas carretas. As pistas – tanto no sentido Campinas quanto em direção de Indaiatuba – foram fechadas pela concessionária AB Colinas às 10h, a partir do km 68. A concessionária articulou rotas alternativas para reduzir o impacto no trânsito e diminuir os transtornos para os motoristas.

Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

Veja Também

Jovem é flagrada com 10 g de maconha na calça em presídio

Uma adolescente de 17 anos foi apreendida após tentar entrar com 10 gramas de maconha ...