Parque Socioambiental Santa Fé entra na fase final de obras em Hortolândia

Prefeitura finaliza construção de reservatório de contenção de enchentes, que terá pista e ciclovia em ampla área de lazer

A Prefeitura de Hortolândia realiza, nesta semana, obras e ajustes finais no Parque Socioambiental Santa Fé, em implantação na região do Parque Gabriel. O serviço representa a etapa final das obras da nova área de lazer, que contará com pista de caminhada, ciclovia e duas lagoas de contenção de enchentes. O trabalho que falta ser executado é a finalização da passagem para pedestres por cima de um dos dois reservatórios, plantio de grama e a conclusão do extravasor de água, espécie de escadaria que fica entre as lagoas e serve para amortecer a velocidade da enxurrada nos dias de chuva forte, sistema que evitará enchentes na região central de Hortolândia. A previsão é que o Parque fique pronto nas próximas semanas.
A primeira lagoa tem capacidade para até 537.192 metros cúbicos de água. Na segunda lagoa, a capacidade de armazenamento é de até 152.309 metros cúbicos de água. No final de cada lagoa, há uma barragem construída no formato de escadaria. Com isso, a enxurrada que descerá pelo Córrego Santa Clara até a região central da cidade, se unindo ao Ribeirão Jacuba, terá um volume menor de água, uma vez que parte da água ficará represada. Já o volume excedente seguirá pelo extravasor, que diminuirá a força da água.
Os reservatórios de contenção de enchentes fazem parte do projeto de macrodrenagem, ações realizadas com objetivo de evitar enchentes na região central. As obras de macrodrenagem tiveram início no governo anterior do prefeito Angelo Perugini (PDT), com intuito de acabar com as frequentes enchentes que afetavam moradores e comerciantes da região central e outros bairros próximos de córregos que cortam Hortolândia.
Diversas obras foram realizadas, como implantação de sistema de drenagem no Remanso Campineiro, canalização do Ribeirão Jacuba e construção de lagoas de contenção de enchentes na região do Jardim Carmem Cristina. As obras já demonstraram resultado positivo, sendo que nos últimos anos não houve grandes enchentes como as que eram registradas anteriormente.
“Prosseguimos com este projeto através desta obra no Parque Santa Fé, que além de amortecer as cheias, terá função ambiental e de lazer. Em breve, entregaremos à população um novo Parque Socioambiental, com pista de caminhada e ampla área verde. Além disso, o parque faz parte do Plano de criar um corredor ecológico na cidade”, destacou Perugini.

CORREDOR
A retomada do projeto do Corredor Ecológico, com a implantação de parques socioambientais e áreas de lazer no entorno de córregos é uma das metas da atual Administração. Além deste parque, Hortolândia conta com o Parque Socioambiental Irmã Dorothy Stang, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, o Parque Socioambiental Chico Mendes, no Parque Ortolândia, e o Parque Renato Dobelin, no Centro. A meta é unir os parques socioambientais em uma faixa verde, desde a região central até a área atrás do condomínio Green Park.
O objetivo é ampliar a área verde do município, oferecendo mais opções de lazer para a comunidade, com destaque para a questão da proteção ambiental. Para isso se concretizar, o município desenvolve o projeto do Parque Linear Jacuba, cujas obras devem contemplar a urbanização da área sob a Ponte Estaiada; o prolongamento da Estrada do Panaíno, criando um novo acesso viário local; e a recuperação do trecho de mata que fica atrás do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência). As obras fazem parte do pacote de intervenções previstas para serem realizadas com recursos internacionais do banco CAF (Corporação Andina de Fomento).

Veja Também

Sesi Sumaré recebe neste sábado uma apresentação com 2 palhaços ‘egoístas’

“Dois Idiotas Sentados Cada Qual No Seu Barril” têm em suas mãos verdadeiras bombas; como ...