Órgãos realizam simulado de ação de emergência no Salto Grande no dia 18

Americana e Limeira se preparam para realizar nesta quarta-feira, dia 18 de setembro, às 10h, um exercício simulado de ação de emergência para treinar as equipes de socorro e orientar a população em caso de incidentes na PCH (Pequena Central Hidrelétrica) Americana, cuja barragem de concreto forma o reservatório conhecido como Represa do Salto Grande – que fica parcialmente em território de Nova Odessa.
Na manhã do último dia 11 de setembro, inclusive, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil realizou uma reunião de alinhamento e testes das sirenes da central hidrelétrica, e os moradores da região puderam ouvir os alarmes sonoros sem a necessidade de evacuação das casas.
O trabalho deste dia 18 envolverá representantes das Defesas Civis de Americana e Limeira, CPFL Renováveis, Defesa Civil Regional de Campinas, Defesa Civil do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros, Secretarias Municipais de Americana e Limeira, Centro de Operações Especiais e outros órgãos e autoridades da região.
De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a barragem de Salto Grande, da PCH Americana, está classificada na categoria de “risco B”, indicando que possui todas as condições de segurança necessárias para seu funcionamento. Mesmo assim, a situação é acompanhada por uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) da qual o deputado estadual pela RMC (Região Metropolitana de Campinas) Dirceu Dalben (PL) é vice-presidente.

DETALHES
Detalhes da operação do dia 18 de setembro foram discutidos no dia 04 na sala de reuniões do Centro de Cultura e Lazer de Americana, com a presença de 60 pessoas. Serão 8 pontos de encontro de salvamento em Americana e 4 em Limeira. “A maior parte da eventual mancha de inundação atingiria áreas empresariais, por isso, vamos realizar o simulado em horário comercial. Também faremos o teste de comunicação com os nove municípios envolvidos no simulado. Todas as empresas e residências já foram avisadas e estão inseridas no contexto do simulado”, disse a capitã Cíntia Oliveira, da Divisão de Prevenção da Defesa Civil Estadual.
Ficou definido que, ao longo desta semana, a CPFL Renováveis faria acionamentos das sirenes de emergência de ruptura de barragem para testes. Os moradores poderão ouvir os alarmes sonoros neste período, mas sem a necessidade de evacuação das casas.
“O objetivo deste exercício é promover o autossalvamento da população dentro da área de iminência. Desta forma, tanto os moradores quanto os funcionários das empresas locais, que farão parte do exercício, saberão como agir para o salvamento, se dirigindo aos pontos de encontro e rotas de fuga”, explicou o 2º tenente da PM, Tiago Luiz Lourençon, diretor do Núcleo de Análise de Risco da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil.
Paralelamente à ação do dia 18, ocorrerá também o 2º Exercício de Comunicação de Alerta de Rompimento, envolvendo os municípios de Americana, Campinas, Jaguariúna, Pedreira, Limeira, Piracicaba, Iracemápolis, Santa Bárbara d’Oeste e São Pedro.
Também no dia 18, serão montadas estruturas para atendimento e apoio, como um gabinete de crise, que será instalado na Casa de Cultura Hermann Müller, em Carioba, para centralizar os trabalhos. A CPFL Renováveis, em conjunto com a Defesa Civil, já realizou a instalação de 26 placas indicando rotas de fuga e pontos de encontro nos municípios de Americana e Limeira, instalação de sirenes e distribuirá 1.500 panfletos informativos sobre a realização dos testes e do simulado para que os moradores e funcionários das empresas estejam cientes da realização do exercício.

Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

Veja Também

Corrida reúne 200 crianças de 2 a 12 anos nestes domingo

Com 1 ano, a criança aprende a dar os primeiros passos; com 2, já pode ...