Hospitais Samaritano têm programação especial durante ‘mês da amamentação’

Neste “Agosto Dourado”, maternidades das unidades vão reforçar benefícios da amamentação exclusiva dos recém-nascidos

Durante o mês de agosto, conhecido como “Agosto Dourado”, os Hospitais Samaritano de Paulínia, Campinas e Americana prepararam uma programação especial voltada ao aleitamento materno. As mamães nas maternidades terão uma atenção ainda mais reforço informativo sobre os benefícios da amamentação exclusiva. O foco das ações é reforçar a importância da amamentação para o bebê em relação à nutrição, imunidade, prevenção de doenças e o aumento do vínculo entre o bebê e sua família.
O “Agosto Dourado” é um mês voltado também à sensibilização de profissionais e da população em geral para a importância do ato de amamentar, buscando o apoio e o estímulo ao gesto. O dourado faz alusão à definição da OMS (Organização Mundial da Saúde) para o leite materno: alimento de ouro para a saúde dos bebês.
“Atualmente, as principais dificuldades para a amamentação exclusiva estão no mau posicionamento, insegurança e a contínua introdução de chupetas e mamadeiras além da falta de apoio familiar. Por essa razão, uma ação voltada ao tema é importante ferramenta para sensibilizar não só as mães, mas toda a sociedade. O leite materno traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento da criança”, comentou a gerente administrativa do Hospital Samaritano Americana, Michelle Passoni Bertela.
No Hospital Samaritano Campinas uma força-tarefa acontece ao longo do mês para divulgar e incentivar a amamentação. “Uma cartilha vai ser distribuída no Pronto-Socorro e na Maternidade com informações sobre os principais tópicos em relação a amamentação. A ideia é oferecer informações objetivas para que se sintam seguras”, disse a assistente social Camila Cossari. A Maternidade está decorada com laços na cor dourada para remeter ao tema “Agosto Dourado” e uma exposição com fotos de mães amamentando completam a programação especial.
Em Paulínia, o Hospital Samaritano também está chamando a atenção para a amamentação através de painéis com flores decorativas. Em todos os hospitais Samaritano, o aleitamento materno é incentivado nas maternidades bem como a importância do ato de amamentar o bebê exclusivamente até os seis meses.

BENEFÍCIOS
Segundo o Ministério da Saúde, além de reduzir em 13% a mortalidade por causas evitáveis em crianças menores de cinco anos, a amamentação materna também reduz casos de diarreia, infecções respiratórias, hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade. De acordo com a OMS e Unicef, cerca de seis milhões de crianças são salvas a cada ano com o aumento de taxas da amamentação exclusiva até o sexto mês de vida.
O Hospital Samaritano de Paulínia conta com atendimento de urgência e emergência, Centro de Especialidades médicas com atendimento de clínico geral, pediatria, cirurgia geral, ortopedia, otorrinolaringologia, urologia, ginecologia e obstetrícia, psiquiatria e dermatologia. Além de Maternidade e Centro Cirúrgico para receber médicos de toda a região relacionados a diversas especialidades. O endereço é Rua Portugal, nº 400 – Vila Bressani.
O Samaritano também está presente em Hortolândia, onde a unidade do grupo foi inaugurada em 2012 e ampliada no final de 2017. Por dia, cerca de 300 pessoas são atendidas no Pronto-Socorro. Em média, na Maternidade, 40 partos são realizados por mês. O endereço é Rua Osvaldo da Silva, nº 10 – Jardim Villagio Ghiraldelli.

Veja Também

Prefeitura de Hortolândia abre licitação para a reforma do Hospital Municipal

A previsão é que a licitação seja concluída na 1ª semana de janeiro e a ...