Reajuste salarial concedido é o ‘maior da RMC’, diz Prefeitura

A Prefeitura de Hortolândia divulgou nota ontem (07/08) à tarde afirmando que “está em dia com os servidores municipais, mesmo diante das dificuldades financeiras”. “Neste ano, a Prefeitura concedeu 5,41% de reajuste salarial aos trabalhadores: em janeiro, 3,79% de reposição de perdas salariais; em maio, mais 1,56% de aumento pela data base da categoria. Entre as 20 cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), Hortolândia oferece o maior reajuste salarial dos dois últimos anos”, garantiu a Administração.
Segundo a Prefeitura, a cidade também “apresenta os melhores salários em áreas da Saúde e da Educação, por exemplo”. “Conforme pesquisa realizada pela Secretaria de Governo, um técnico de enfermagem (40 horas) recebe, em Hortolândia, R$ 3.007,09, sendo a média regional de R$ 2.142,38. No caso do professor de Educação Básica ou Infantil, o valor da hora/aula paga pela Prefeitura de Hortolândia é de R$ 29,28; a média nas demais cidades é de R$ 17,84”, acrescentou a nota.
“Outros benefícios garantidos aos servidores são cesta básica, vale transporte, plano de Saúde com subsídio, direito a seis faltas abonadas/ano, sem prejuízo da remuneração e adicional de 5% no salário a cada cinco anos de serviço público (quinquênio). A Prefeitura melhorou a qualidade dos itens da cesta básica. Também arcou com o reajuste de 6,52% do Plano de Saúde, sem repassar para os trabalhadores”, afirmou a Prefeitura.
A nota afirma ainda que “o Município mantém diálogo sempre aberto com os servidores municipais, por meio da Comissão Permanente de Negociação, formada por representantes do sindicato e da Prefeitura. Recentemente, foram eleitos representantes do Conselho e Colegiados para a retomada do Plano de Carreira. (…) A paralisação dos servidores compromete os serviços de creche, vacinação, e quem mais sofre são as crianças”, finaliza o documento.

Veja Também

Ana Perugini, de Hortolândia, perde a cadeira na Câmara dos Deputados

Veja quem foi eleito e quem não conseguiu uma vaga na Assembleia Legislativa e na ...