Cidades da região ‘disputam’ a fábrica de US$ 800 milhões da chinesa Huawei

Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa e Paulínia estão no “polo de tecnologia” de São Paulo, onde deve ficar a nova unidade

No final de sua missão empresarial à China, o governador João Doria (PSDB) anunciou na madrugada de sexta-feira (09/08) que todas as cidades do “polo de desenvolvimento tecnológico” do Estado de São Paulo – incluindo Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa e Paulínia – estão, a princípio, na “disputa” por uma nova fábrica de eletrônicos da gigante Huawei, maior empresa de equipamentos para redes de telecomunicações no mundo, que deve receber investimentos de US$ 800 milhões nos próximos três anos – o equivalente a mais de R$ 3 bilhões pela cotação atual.
Desde maio, os cinco municípios estão incluídos, dentre outros, estão no polo de desenvolvimento chamado “Agritech, Aeroespacial, Serviços Tecnológicos”. Trata-se de um dos 12 criados pelo Governo do Estado. A criação dos polos, um para o grande setor industrial paulista, promete uma simplificação tributária e regulatória, linhas de financiamento competitivo, pré-aprovação de licenças de operação e customização de cursos de qualificação para as empresas das cidades incluídas em cada respectivo arranjo.
O anúncio do investimento chinês foi feito pelo tucano ao lado do secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles, da secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, e do secretário de Relações Internacionais, Julio Serson. A comitiva paulista se reuniu na tarde da sexta-feira em Xangai (madrugada no Brasil), com Steven Shen, vice-presidente da Huawei Brasil, e Atilio Rulli, diretor sênior de Relações Públicas e Governamentais da multinacional.
“Essa reunião definiu as perspectivas de investimentos da Huawei no Brasil e em São Paulo. A Huawei já tem uma fábrica em Sorocaba, no interior de São Paulo, que emprega 2 mil funcionários diretos e 15 mil indiretos. Eles definiram um novo investimento em São Paulo: uma nova fábrica em uma nova cidade”, disse o governador em nota.
Segundo o Governo do Estado, “a escolha dessa cidade será feita pela Huawei nos próximos meses, dentro do polo de desenvolvimento tecnológico do Governo do Estado de São Paulo. A definição será dada por meio das circunstâncias de logística, disponibilidade de mão de obra, condições técnicas de implantação do novo site e da nova fábrica, representando um investimento de US$ 800 milhões nos próximos três anos (2020 a 2022)”.

5G
A nova fábrica vai suportar, além do mercado doméstico brasileiro, também a exportação para a América do Sul. “O programa do 5G (5ª geração de comunicação celular), que foi definido nesta reunião, que não é apenas uma evolução, mas é uma revolução. Traz no âmbito do Estado, dos governos municipais, Estadual e Federal, a perspectiva do uso dessa evolução tecnológica para a Telemedicina, Educação e Segurança Pública. A conexão para cada quilômetro quadrado vai atingir 1 milhão de equipamentos, portanto 1 milhão de usuários. É um salto fantástico em relação a capacidade de hoje”, acrescentou Doria.
A Huawei e o Governo do Estado devem esperar o leilão dessa frequência, por meio da Anatel (Agencia Nacional de Telecomunicações), com o acompanhamento do Ministério da Ciência e Tecnologia, do Governo Federal. A previsão é de que o leilão ocorra em março de 2020. “Havendo o leilão, a Huawei terá condições – evidentemente, (em) tendo um bom resultado –, de ter a infraestrutura pronta e disponível no mercado em março de 2021”, completou o governador.

‘MISSÃO CHINA’
Esta é a quarta missão empresarial de São Paulo no mercado externo e a maior de todas até agora. Em busca de investimentos para o Estado de São Paulo, o governador, junto com um grupo de empresários e cinco secretários de Estado (Agricultura e Abastecimento, Desenvolvimento Econômico, Fazenda e Planejamento, Transportes Metropolitanos e Relações Internacionais), desembarcou no dia 05 de agosto, em Pequim onde fica até este domingo, dia 11, com agenda também nas províncias de Xian e Xangai.

Sábado, 10 de Agosto de 2019

Veja Também

Prefeito Luiz Dalben e deputado Dirceu Dalben acompanham posse do PL Mulher

Empresária e bacharel em Direito Katherine Dalben foi empossada presidente da primeira Executiva Municipal do ...