Sumaré imuniza 3.765 crianças no 1º dia de vacinação contra pólio e sarampo

No sábado, 04 de agosto, durante o “Dia D” da Campanha Nacional de Vacinação foram aplicadas 3.765 doses das vacinas contra poliomielite e sarampo em crianças de Sumaré. No dia 18 de agosto, haverá outro “Dia D” para a imunização, das 8h às 17h, nas 23 Unidades de Saúde do município. Podem receber a dose crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade. A vacinação também pode ser realizada nas Unidades de Saúde segunda a sexta-feira, até dia 31 de agosto.
A campanha tem como objetivo a atualização de carteirinhas das crianças e também o reforço, mantendo o estado de eliminação dessas doenças em todo o país. “É muito importante que os pais mantenham as vacinas das nossas crianças em dia, protegendo-as contra doenças bastante agressivas. Nossas unidades de saúde estarão de portas abertas em mais um sábado, no dia 18 de agosto, auxiliando aqueles pais que trabalham e têm dificuldades de comparecer no postinho durante a semana”, explicou o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti.
De modo geral, as vacinas devem ser evitadas em crianças com infecções agudas febris, alergia grave a algum componente das vacinas, reação grave à dose anterior, crianças imunodeprimidas e aquelas que estejam em contato com imunodeprimidos. Para as crianças que podem receber as doses, basta comparecer a unidade de saúde mais próxima de casa, portando a carteirinha de vacinação. Apesar da campanha seguir até dia 31 de agosto, as vacinas contra pólio e sarampo estão disponíveis durante todo o ano na rede municipal de Saúde, uma vez que integram o Calendário Nacional de Vacinação.

PÓLIO
A imunização contra poliomielite, doença mais conhecida como paralisia infantil, é via oral (gotinha). De acordo com o Calendário de Vacinação Infantil, as doses devem ser recebidas aos dois, quatro, seis e 15 meses vida, além dos quatro anos de idade. No entanto, durante a campanha, todas as crianças da faixa etária de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias serão contempladas com doses suplementares.
A poliomielite é uma doença infectocontagiosa, causada por um vírus. Ele acomete, em geral, os membros inferiores e tem como principais características a flacidez muscular, podendo levar à morte ou a sequelas paralíticas irreversíveis. Não há tratamento específico para a doença.

SARAMPO
Em relação ao sarampo, será aplicada a vacina tríplice do tipo SCR (Sarampo, Caxumba e Rubéola). Esta vacina também está no Calendário de Vacinação Infantil, porém, as crianças que já receberam a dose, podem receber o reforço.
O sarampo também é causado por vírus, transmitido de pessoa a pessoa por meio de secreções ao tossir, espirrar ou falar. Os sintomas são febre alta, erupções vermelhas na pele, coriza, tosse, olhos vermelhos e lacrimejantes, conjuntivite, pequenas manchas brancas no interior da bochecha e manchas vermelhas pelo restante do corpo. O vírus pode ainda causar lesões cerebrais e outras complicações que podem levar a óbito, uma vez que não há tratamento específico para a doença.

Veja Também

Projeto amplia vacinação em domicílio para pessoas com mobilidade reduzida

Está em tramitação na Câmara Municipal de Sumaré, segundo a assessoria de imprensa, o Projeto ...