Americana sedia reunião da Comissão Intergestora Regional de Saúde daRMC

Um dos temas debatidos pelos secretários e técnicos da área foi a carência de leitos de UTIs Neonatais na Região Metropolitana

Americana sediou na manhã de sexta-feira (03), nas dependências da FAM (Faculdade de Americana), a 8ª reunião anual da CIR (Comissão Intergestora Regional de Saúde) da RMC (Região Metropolitana de Campinas). O secretário municipal de Saúde de Americana, Gleberson Miano, abriu o evento, que teve a participação de aproximadamente 30 integrantes, entre secretários de Saúde e técnicos de 14 municípios da região.
A CIR é uma comissão permanente que tem como objetivo discutir, negociar e decidir junto aos gestores municipais e à Secretaria Estadual da Saúde a pactuação da rede regional e suas regras, fluxos e ofertas de serviços. Por ser deliberativa, existe sempre a representação do Estado e também dos secretários municipais que, na impossibilidade de comparecimento, indicam técnicos da área para representá-los.
Entre os assuntos discutidos estava a situação epidemiológica regional, com destaque para o sarampo e a poliomielite; o fluxo de atendimento aos casos secundários de tuberculose; a retomada do grupo técnico obstétrico neonatal; a superlotação nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Neonatais dos hospitais regionais; e as cirurgias cardíacas, entre outras demandas.
Segundo Gleberson Miano, a reunião foi muito proveitosa, considerando a importância sobre cada assunto tratado. “A reunião foi muito positiva porque vários assuntos foram abordados, entre eles a UTI neonatal, cirurgias cardíacas, o combate à dengue, ao escorpião e à febre maculosa”, explicou Miano.
O secretário destacou que as reuniões também têm sido oportunas para que os municípios se fortaleçam em meio à falta de investimentos financeiros das esferas estadual e federal no setor. “Nesses encontros, a gente aprende muita coisa e começa a ver também como os municípios estão se unindo para combater um problema comum que é a falta de recursos financeiros para investir na Saúde”, declarou.
A comissão é composta por representantes de Sumaré, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Morungaba, Pedreira, Santa Barbara d’Oeste, Santo Antonio de Posse, Valinhos e Vinhedo.

Veja Também

Alunos da Rede Municipal de Ensino passam por consultas oftalmológicas

Alunos da EM Maria Antônia, previamente identificados com problemas visuais, passaram no último sábado, dia ...