IZ ganha único Laboratório de Forragicultura da América Latina

Instituto de Zootecnia de Nova Odessa comemorou os 114 anos no dia 15 de julho e “ganhou” novo laboratório de “presente” do Governo de São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, comemorou os 114 anos do IZ (Instituto de Zootecnia) de Nova Odessa no dia 15 de julho com a inauguração do novo Laboratório de Forragicultura, espaço para o desenvolvimento de novas pesquisas nos Sistemas Integrados de Produção Agropecuária. Pioneiro na pesquisa científica mundial em produção animal sustentável, o IZ, departamento da Apta (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), destaca-se pela inovação em pesquisa científica e tecnológica, transferindo a técnicos e produtores rurais informações que refletem em aumento de eficiência e de produtividade no campo com sustentabilidade, levando ao consumidor final produtos mais saudáveis.
O novo laboratório amplia a capacidade de análises do Banco Ativo de Germoplasma, o único em diversidade de espécies forrageiras tropicais da América Latina. A reestruturação do Laboratório foi possível com um investimento de R$ 602.889,96, provenientes do total dos R$ 11,6 milhões do aporte financeiro da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) destinados para a idealização de todo o Plano de Desenvolvimento Institucional em Pesquisa do IZ, firmado em 2018.
O Plano prioriza três áreas estratégicas – Produção Sustentável de Carne, Produção Sustentável de Leite e Sistemas Integrados de Produção Agropecuária –, que potencializam o desenvolvimento das ações de pesquisa já em andamento. Todas as áreas estão alinhadas com a missão institucional, com os programas estratégicos da Secretaria de Agricultura e com as políticas públicas do Estado de São Paulo.
A readequação da estrutura possibilitou modernizar os equipamentos, a estrutura civil e elétrica. Toda essa atualização colabora ainda mais para ampliar as parcerias com empresas públicas e privadas, para desenvolver pesquisas estratégicas com lançamento de novos cultivares.
A diretora do Centro de Pesquisa de Nutrição Animal e Pastagem, Luciana Gerdes, destaca que o novo laboratório possibilitará ampliar a capacidade de análises dessas plantas, “permitindo maior eficiência e qualidade nos resultados das pesquisas que envolvem novos cultivares”.

SOBRE O IZ
Referência nacional e internacional por suas pesquisas científicas nas áreas de produção animal e pastagens, o Instituto teve a contribuição, extremamente marcante e eficaz, do Doutor Carlos Botelho, que ocupava o cargo de Secretario de Agricultura, que em 15 de julho de 1905 criou, na Móoca em São Paulo, o Posto Zootécnico Central, permanecendo até 1929 e depois transferido para o Parque da Água Branca.
Em 1909, o Instituto já realizava as primeiras seleções de Gado Caracu, na Fazenda de Seleção do Gado Nacional, em Nova Odessa. Em 1970, foi transformado em Instituto de Zootecnia, adaptando-o às necessidades exigidas pela grande expansão que vinha alcançando a produção animal nas últimas décadas. De 1970 a 1975, a sede permaneceu no Parque da Água Branca, transferindo-se então para o município de Nova Odessa.

Terça-feira, 16 de Julho de 2019

Veja Também

Mandato participativo: deputado Dirceu Dalben inaugura um ‘Gabinete Itinerante’

Cumprindo o compromisso de “realizar um mandato próximo da população, ser um deputado amigo e ...