BRK conquista 1º lugar em prêmio de inovação com projeto usado em Sumaré

Empresa é destaque por desenvolver projetos sustentáveis e de alta eficiência no fornecimento de água e tratamento de esgoto

Maior empresa privada do setor de Saneamento Básico do Brasil, a BRK Ambiental recebeu o Prêmio Valor Inovação Brasil 2019, na categoria Infraestrutura. O reconhecimento pelo investimento em projetos que modernizam e transformam a prestação de serviços de fornecimento de água e tratamento esgoto foi entregue à CEO da companhia, Teresa Vernaglia.
Para a premiação, a empresa apresentou tecnologias que tornam as várias etapas de prestação dos serviços de água e esgoto mais eficientes e sustentáveis. Entre as soluções está o Projeto Nereda, um sistema revolucionário desenvolvido pela Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda. Trata-se de uma tecnologia pioneira no país para o tratamento de esgoto, que dispensa a adição de produtos químicos e que, em relação ao tamanho da planta, ocupa menos da metade da área tradicionalmente necessária para as infraestruturas de tratamento de esgoto.
Esta tecnologia é a que será implantada em Sumaré na ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Tijuco Preto, que já começou a ser construída no município e possibilitará a elevação do índice de tratamento de esgoto de 30% para 65%.
A estação terá R$ 60 milhões de investimentos e está em sua primeira etapa que é a de terraplanagem. “Ela terá tratamento terciário e contará com reatores biológicos com o processo de tratamento Nereda que apresenta várias vantagens em relação a outros tipos de tratamento. A tecnologia tem baixo consumo energético e redução de geração de odores. Além de garantir uma elevada eficiência de tratamento, superior aos sistemas convencionais”, explica Cleber Salvi, gerente de Operações da BRK Ambiental Sumaré.
Além disso, para manter o cliente como foco do trabalho da empresa, foi criado o Programa Olá BRK. A iniciativa baseia- -se na análise de dados estatísticos que permitem entender as principais demandas do cliente e promover um atendimento mais humano e empático. A unidade de Sumaré foi a pioneira na implantação desse projeto que já tem gerado bons resultados.
“Todas as áreas da unidade participaram do projeto para que houvesse um alinhamento no tratar com o cliente. O objetivo é promover a confiança do cliente, explicar para ele o contexto e o cenário da cidade e também sobre as melhorias que estamos realizando aqui. Com o projeto, conseguimos verificar a satisfação dos clientes nesses atendimentos e, com isso, melhorar esse atendimento que precisa ser informativo e esclarecedor para o cliente”, conta Salvi.
O projeto foi benéfico para toda a unidade que percebeu um aumento na confiança do cliente, mas também uma redução no número de reclamações de falta de água/pressão, aumento na conformidade de atendimento de prazo de ordens de serviço, aumento no volume medido, melhorias nos processos e motivação da equipe.
“O sucesso foi tão grande que apresentamos os resultados do projeto no Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, que ocorreu em Natal/RN no mês passado, um dos maiores da América Latina”, complementa Salvi.

INOVAÇÕES
A empresa ainda conta com um programa estruturado para diminuir os índices de perdas de água em suas operações, um grande problema em praticamente todas as cidades do Brasil. Hoje, cerca de 38% de toda a água captada no país se perde em vazamentos, ligações clandestinas e falhas de leitura de hidrômetro. Para isso, foram estruturadas formas de diagnosticar as principais causas das perdas de água, o que permite direcionar um plano de ação rapidamente, elevando a eficiência operacional.
Foi desenvolvida também uma solução para a secagem e reutilização de lodo gerado no processo de tratamento de esgoto. Com o projeto, em vez de descartar o lodo em aterros sanitários licenciados para este fim, o resíduo gerado poderá ser destinado para compostagem e se tornar matéria-prima para a produção de adubo orgânico.
Os números apresentados pelo anuário Valor Inovação Brasil mostram que o investimento em pesquisa e desenvolvimento é considerado por 97% das 150 empresas participantes da pesquisa como um fator essencial para a competitividade. Realizada em parceria com a consultoria Strategy&, a pesquisa revela que 31% das vencedoras colocam inovação como prioridade número 1 do negócio e outras 59% consideram o tema como uma das três principais prioridades.
O Prêmio Valor Inovação Brasil é uma parceria entre a consultoria Strategy& e o jornal Valor Econômico, com apoio da Anpei (Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras).

Quinta-feira, 11 de Julho de 2019

Veja Também

Governo de SP e IBM estabelecem parceria para preencher 500 vagas

Profissionais atuarão como Desenvolvedores de Apps, Administradores de Sistemas e Suporte de Unix e Java, ...