Homem é preso ao ir a bar com revólver no Marquissolo

O ajudante geral Carlos Eduardo de Souza, de 37 anos, foi preso pela Polícia Militar ao ser flagrado portando um revólver calibre 22 no interior de um bar no Jardim Marquissolo, na área central de Sumaré, na terça-feira (09). O homem foi encaminhado ao Plantão Policial da cidade, onde foi autuado em flagrante sob acusação de porte ilegal de arma. O delegado Yan Loui Adania de Queiroz arbitrou fiança no valor de R$ 3.000,00, mas como o suspeito não efetuou o pagamento, foi conduzido à Cadeia local, onde ficou à disposição da Justiça.
Por volta das 23h30 de terça-feira, policiais militares faziam patrulhamento de rotina na Rua Eugênio Couto quando perceberam o nervosismo do auxiliar, que estava no interior de um bar. Ao ser revistado, os policiais teriam localizado com ele um revólver calibre 22 com seis munições intactas. Ele informou que teria recebido a arma como “pagamento” de um suposto “serviço” que teria realizado para um caminhoneiro, mas não falou a identidade do fornecedor da arma. O acusado disse ainda que usava a arma para a sua segurança pessoal.
Levado ao Plantão Policial, o ajudante foi autuado em flagrante sob acusação de porte ilegal de arma. Depois, foi encaminhado à Cadeia local, até ser apresentado no Fórum para sua audiência de custódia.

Quinta-feira, 11 de Julho de 2019

Veja Também

Pastora Zara, da PM, localiza drogas escondidas em matagal

A Polícia Militar prendeu o lavador de carros G.P.S., de 18 anos, acusado de envolvimento ...