Sem acordo coletivo, 30% das lojas de Sumaré e Hortolândia não abrem na 5ª

Problema afeta cerca de 250 lojas nas duas cidades, que ainda não fecharam acordos coletivos com o Sindicato dos Empregados

Sem acordo coletivo firmado para este ano, estabelecendo em quais feriados e pontos facultativos o Comércio Varejista pode funcionar normalmente, cerca de 20% a 30% das lojas de Sumaré e Hortolândia vinculadas ao SindVarejistas e ao SindiLojas não devem abrir as portas nesta quinta-feira, dia 20 de junho, quando se celebra o Corpus Christi. O problema afeta cerca de 250 lojas nas duas cidades. A exceção são as lojas situadas no Shopping Hortolândia, os supermercados em geral e os cerca de dois terços das lojas “de rua” que já possuem acordos individuais ou coletivos firmados com o Sincomerciários (Sindicato dos Empregados no Comércio de Sumaré e Hortolândia).
Isto porque, assim como nos últimos dois anos, em 2019 ainda não houve o acerto de uma convenção coletiva entre o Sincomerciários e os sindicatos patronais da região – o SindVarejistas e o SindiLojas. Na sexta e no sábado, o funcionamento do Comércio volta ao normal. No domingo, o Comércio Varejista destas duas cidades não abre – exceto, como sempre, as lojas de shopping centers e supermercados.
Situação semelhante já havia prejudicado os comerciantes destas cidades em algumas datas de 2017 e 2018, quando também não houve acordo coletivo especificando este calendário – apenas acordos individuais entre lojistas e o Sincomerciários vêm sendo fechados desde então.
Segundo o presidente da Aciah (Associação Comercial e Industrial de Hortolândia), Almir Grizante, “o Comércio (de rua) será fechado no feriado (de Corpus Christi), até por conta do Dissídio do Sindicato, que não saiu ainda”. Segundo ele, esta situação prejudica as metas de faturamento do setor. “(Os sindicatos) ainda não fizeram o acordo, e os nossos lojistas ficam no ‘fogo cruzado’”, lamentou o dirigente.
Presidente do Sincomerciários, Nanci Felippe confirmou a repetição do problema neste ano. “Os sindicatos patronais se negam a assinar a convenção coletiva conosco, e não podemos abrir mão de tantos direitos adquiridos da categoria, como eles querem. Então o que estamos fazendo é fechar acordos individuais com os lojistas que nos procuram, desde que sejam mantidas as condições que atendam à categoria. É só não querer tirar direitos adquiridos há anos que aceitamos os acordos individuais”, afirmou a sindicalista.
É dela a estimativa de que grande parte dos comerciantes destas duas cidades já fechou acordos individuais com o Sincomerciários, inclusive as grandes redes varejistas. “De 70% a 80% das lojas de Sumaré e Hortolândia já estão regularizadas conosco, e podem abrir nesta quinta-feira”, apontou. Por fim, Nanci lembrou que haverá fiscais percorrendo as áreas centrais das duas cidades nesta quinta-feira, e que a multa para o comerciante fl agrado funcionando sem autorização é de um piso salarial – cerca de R$ 1.420,00.

BOM EXEMPLO
Em Campinas, por exemplo, segundo a Acic (Associação Comercial e Industrial de Campinas), o Comércio funciona facultativamente neste feriado, ou seja, as lojas que desejarem podem atender seus clientes, mas sem a obrigatoriedade de abrir as portas.
“Todo início de ano, os comerciantes e representantes da Acic, SindiVarejistas e Sindilojas se reúnem e decidem quais datas o Comércio abrirá e também quando os horários serão estendidos por causa de datas especiais. Com base nessas definições, entidades como Polícia Militar, Setec e Emdec são informadas do calendário e podem prover consumidores e trabalhadores de segurança, fiscalização e transporte”, explicou em nota a Associação Comercial de Campinas.
Na sexta-feira (21/06), o horário do Comércio “de rua” campineiro volta ao normal, com as lojas funcionando das 8h às 19h, e no sábado (22/06), das 8h às 18h. Para saber sobre o funcionamento durante o ano, comerciantes e consumidores podem acessar o calendário disponibilizado pela entidade de classe em https://www.calendariodocomercio.com/, e conferir o calendário completo com as “datas especiais” do Comércio de Campinas.

Quarta-feira, 19 de Junho de 2019

Veja Também

Prefeito Luiz Dalben e deputado Dirceu Dalben acompanham posse do PL Mulher

Empresária e bacharel em Direito Katherine Dalben foi empossada presidente da primeira Executiva Municipal do ...