Brianes quer implantação de centros de acolhimento para dependentes químicos

O vereador Marcio Brianes (PCdoB) protocolou na manhã do dia 28 de maio, na Câmara de Sumaré, um Projeto de Lei que autoriza a implantação de Centros de Acolhimento e Convivência para Dependentes Químicos em Situação de Vulnerabilidade Social no município. O PL nº 159/2019 permite que o Executivo Municipal crie locais para acolhida e convívio de dependentes químicos que estiverem em condição de moradores de rua, doença ou miséria social.
“Considerada um transtorno mental, além de um problema social pela OMS (Organização Mundial de Saúde), a dependência química é tida como doença crônica, que comumente atinge indivíduos que fazem o uso constante de determinadas drogas. O portador desse tipo de distúrbio acaba por não conseguir conter o vício, afetando sua vida psíquica, emocional e física”, destaca Brianes.
De acordo com a proposta, os centros serão instalados em pontos estratégicos do município, segundo a demanda, por região, sendo priorizadas áreas com maior concentração de usuários de drogas. Nestes locais serão oferecidos atendimento social, psicossocial, clínico, educacional e humanitário para os dependentes químicos em situação de vulnerabilidade social, buscando o encaminhamento para outros serviços e instituições sempre que necessário. O vereador defende que os centros de convivência devam oferecer ambientes calmos e tranquilos, além de terapias adaptadas à realidade de cada paciente, sempre levando em consideração as particularidades de cada um. “Os tratamentos podem ocorrer através de reuniões, terapias em grupo ou individuais, além de outros tratamentos que atendam à necessidade do indivíduo. Tudo sempre acompanhado de profissionais altamente qualificados, preparados para agir nas mais diversas situações”, justifica o autor da proposta.
Ainda de acordo com o projeto, os centros de acolhimento e convivência deverão proporcionar meios saudáveis de convívio social e cultural, visando à integração social, o reatamento de laços familiares e outros meios para a valorização da autoestima do dependente químico. Além disso, os locais deverão estar equipados com espaços para atividades esportivas e culturais monitoradas, capazes de receber palestras educativas, cursos e oficinas profissionalizantes, biblioteca e salas de leitura, telecentros, sanitários e espaços de convivência. Para a viabilização dos objetivos previstos no PL, a Prefeitura poderá realizar convênios de cooperação com entes públicos e privados.

Quarta-feira, 12 de Junho de 2019

Veja Também

Ainda há vagas para o curso técnico de Pintor Mestre na Sherwin-Williams

A Sherwin-Williams ainda tem vagas disponíveis para o curso técnico gratuito de Pintor Mestre na ...