Polícia Militar estoura ‘refinaria’ de drogas nas Chácaras Cruzeiro do Sul

Equipe da Força Tática apreendeu 34 kg de maconha, crack e cocaína, além de mais de 20 kg de pó que seria usado para diluir as porções de drogas

Políciais militares da Força Tática estouraram uma “refinaria” de entorpecentes que funcionava em uma residência nas Chácaras Cruzeiro do Sul, área rural de Sumaré, na noite de domingo (09). No local, os políciais apreenderam mais de 34 kg de maconha, crack e cocaína, além de outros 20 kg de substâncias que provavelmente seriam utilizadas para “batizar” o entorpecente para venda ao consumidor final, ampliando os lucros da quadrilha. O ajudante de pedreiro T.F.S., de 26 anos, que residia no imóvel, foi preso e acusado de tráfico de drogas. Ele foi conduzido à Cadeia de Sumaré, onde ficou até ser apresentado no Fórum para sua audiência de custódia.
Por volta das 23h30 de domingo, os políciais foram checar uma denúncia anônima que apontava que uma residência no bairro rural era utilizada para guardar uma grande quantidade de entorpecentes. Os PMs seguiram ao endereço apontado pelo denunciante. Assim que chegaram ao local, perceberam que o motorista abriu a janela e fechou rapidamente assim que percebeu a chegada da equipe.
Os políciais ouviram passos no fundo do imóvel e, ao se aproximarem, sentiram um “forte odor de droga”. Os PMs cercaram o local, e o suspeito acabou abrindo a porta de entrada. No quarto do rapaz, os políciais teriam localizado quatro “tijolos” de maconha, mais 48 kits do mesmo entorpecente, uma porção com cerca de um quilo de crack, além de pacotes com cocaína.
No interior do imóvel, os políciais também localizaram mais 20 kg de uma substância branca que seria provavelmente usada para misturar e diluir o entorpecente, além de balanças de precisão, celulares e um bloco de anotações. De acordo com a Polícia Militar, as drogas ainda seriam preparadas e separadas em unidades para a venda ao público consumidor.
Questionado sobre o seu envolvimento com o tráfico de drogas, o ajudante teria informado apenas que estaria “armazenando” os entorpecentes para “terceiros”, mas não quis relatar quem seriam os responsáveis pelos itens ilícitos. Após o inquérito polícial, se confirmada sua participação no esquema criminoso, ele deve responder a uma ação criminal por tráfico.

Terça-feira, 11 de Junho de 2019

Veja Também

Polícia Rodoviária prende homem flagrado com caminhão roubado

Abordagem foi na marginal da Anhanguera no Nova Terra, região do Matão, em Sumaré; suspeito ...