Região tem 1.978 casos de dengue no ano e 2 mortes suspeitas pela doença

Mortes suspeitas aconteceram em Hortolândia e estão sob investigação; prefeituras intensificam combate ao mosquito transmissor

As cinco cidades da área de cobertura do Jornal Tribuna Liberal apresentavam, até terça- -feira (21/05), 1.978 casos de dengue no ano até agora, além de duas mortes suspeitas por febre hemorrágica – o que inclui dengue e outras doenças infectocontagiosas, como leptospirose, febre amarela e febre maculosa –, ambas registradas em Hortolândia e aguardando o resultado de exames laboratoriais.
Em situação mais preocupante na microrregião quanto ao total de casos confirmados da doença transmitida pela fêmea do mosquito Aedes aegypti está Sumaré. De acordo com o último boletim epidemiológico, a cidade registrava 858 casos de dengue até a última terça-feira, dia 21 de maio – fora as suspeitas em análise. “Neste mesmo período de 2018, eram registrados 18 casos positivos. No ano passado inteiro, Sumaré apresentou 36 casos positivos”, destacou a Prefeitura.
Em Paulínia, já são “aproximadamente 500 casos”, segundo a Prefeitura – que não soube informar quantos eram os casos de dengue confirmados no mesmo momento do ano passado.
Além dos dois óbitos por febre hemorrágica em investigação, Hortolândia já tem 288 casos positivos confirmados neste ano, até agora – mas mais de mil suspeitas ainda aguardam os resultados dos exames laboratoriais que podem confirmar ou afastar definitivamente a ocorrência de infecção por dengue.
Segundo a Vigilância Epidemiológica da cidade, apenas os exames de sorologia (sangue) realizados neste momento pelo Instituto Adolfo Lutz poderão confirmar a causa das mortes, o que deve levar cerca de 30 dias. Até lá, o órgão municipal não informa sexo, idade nem bairro onde moravam as duas pessoas que faleceram com os sintomas típicos da versão grave da doença.
Em Nova Odessa, já são 230 os casos confirmados no ano. “Em 2018, Nova Odessa registrou cinco casos”, destacou a Prefeitura novaodessense. Em Monte Mor, a cidade da microrregião com menos casos de dengue no ano até agora, de 1º de janeiro de 2019 até ontem, são 102 casos positivos. “No ano passado, não tivemos casos de dengue”, lembrou a Administração Municipal montemorense.

COMBATE
Todas as prefeituras da região têm buscado intensificar as ações contra o mosquito transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya. Na segunda-feira, o prefeito de Sumaré, Luiz Alfredo Dalben (PPS), anunciou que as equipes de Controle de Vetores intensificaram o trabalho casa a casa, vistoriando os imóveis e orientando os moradores sobre os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti e eliminar criadouros.
A cidade também recebeu os serviços de nebulização. Este ano, a ação de bloqueio já foi realizada em 20 localidades, em bairros que têm registrado maior quantidade de casos suspeitos de dengue. Além disso, a Secretaria de Serviços Públicos segue mobilizada para manter a cidade limpa, realizando, inclusive, mutirões aos sábados.
A Prefeitura ressaltou ser “importante que a população permita o acesso dos agentes às residências”. Em Sumaré, a Lei Municipal nº 6148/2019 prevê notificação e multa em caso de o proprietário ou responsável recuse, por duas vezes consecutivas, o recebimento da visita dos agentes de controle de endemias. Além disso, caso o imóvel esteja fechado em todas as tentativas de visita, o mesmo ficará sujeito à intervenção da autoridade competente. Caso o imóvel fechado seja de responsabilidade de imobiliárias ou construtoras, os responsáveis devem possibilitar a entrada da autoridade municipal para a realização da inspeção.
A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Saúde, também destacou que “a dengue é uma doença perigosa, que pode evoluir para casos graves e causar a morte”, e que a medida mais eficaz de prevenção é o combate ao mosquito transmissor. Na cidade, os mutirões casa a casa que são realizados pela equipe da UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses) têm acontecido todo final de semana.

Quarta-feira, 22 de maio de 2019

Veja Também

Cartórios Eleitorais da região abrem no sábado para o 6º Plantão da Biometria

Até ontem, 263.418 dos 503.651 eleitores cadastrados já haviam comparecido a um Cartório Eleitoral para ...