Seminário debate combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes

A Secretaria Municipal de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social da Prefeitura de Sumaré, em parceria com o IBQ (Instituto Bem Querer), promove na próxima quinta- -feira, dia 16 de maio, o “1º Seminário de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, das 8h às 12h, no Anfiteatro de Nova Veneza, localizado na Avenida Brasil, nº 1.111, na região de Nova Veneza. O evento é aberto ao público.
Além disso, ao longo do mês, acontecem diversas atividades nos SCFVs (Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos), CRASs (Centros de Referência em Assistência Social) e entidades assistenciais, em prol do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado dia 18 de maio.
Dentre as ações realizadas, estão caminhadas em diferentes regiões do Município, palestras, teatros, produção de cartazes, textos e exibição de filmes sobre o tema junto às famílias atendidas pela Inclusão Social.
“Essa é uma causa que abraçamos e que exige o engajamento de todos para rompermos com o ciclo de violência contra nossas crianças e adolescentes. Para combater o abuso e a exploração sexual é preciso fortalecer a rede de atenção e disseminar informações com os agentes envolvidos, para que assim o trabalho cresça e possam ser implementadas novas ações de enfrentamento à violência sexual. É um trabalho realizado com muito zelo, amor e carinho, para que nossas crianças tenham uma infância digna, com seus direitos garantidos”, afirmou o secretário de Inclusão, Edson Cosme.
“Aproveitando o ‘18 de Maio’, estamos intensificando nossas ações de conscientização e combate à violência sexual, visando garantir às nossas crianças e adolescentes o direito de se desenvolverem de forma segura e protegida. Estas atividades são muito importantes para que o Poder Público atue no combate à exploração sexual. Uma das estratégias mais importantes para o enfrentamento desta problemática é justamente a mobilização social, chamando a atenção da comunidade para esta grave violação de direitos humanos”, destacou o prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).
As denúncias sobre abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas no Conselho Tutelar (Avenida Sete de Setembro, nº 1.085, Vila Menuzzo), no Disque 100 (nacional), no Disque 181 (estadual) ou, em caso de emergência, na Polícia Militar 190 ou na Guarda Municipal 153.

Sábado, 11 de Maio de 2019

Veja Também

Centro Cultural Subestação de Sumaré tem vagas para todos os gostos e estilos

O sonho de ser bailarina, ginasta ou dançarina é comum a muitas meninas. O desejo, ...