Após anos de deficit, Sumaré registra superavit por dois exercícios seguidos

Administração do prefeito Luiz Dalben já projeta um superavit pelo terceiro ano seguido no atual exercício

Após vários anos de deficit orçamentário, a Prefeitura de Sumaré registrou superavit em dois exercícios seguidos, 2017 e 2018, os dois primeiros da gestão do prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS). A atual gestão reduziu a dívida de curto prazo deixada pelos mandatos anteriores, de aproximadamente R$ 159 milhões em 31 de dezembro de 2016, que foi baixando gradativamente nestes últimos anos, passando para um deficit de R$ 72 milhões ao final de 2018.
Essa redução pela metade do passivo financeiro foi obtida, sem que a Prefeitura de Sumaré descuidasse da manutenção da cidade. Nos últimos 28 meses, os salários dos servidores públicos municipais vem sendo pagos em dia, bem como os encargos sociais e o 13º salário. Além disso, o dissídio salarial da categoria, negociado com o sindicato, também foi incorporado aos vencimentos.
Nos últimos dois anos, cessaram as greves de médicos na Saúde, por falta de pagamento. Foram regularizados os repasses financeiros para entidades assistenciais e para as escolas que recebem subvenção do Proeb (o Programa Municipal de “Bolsa Creche”). Novos investimentos foram feitos na manutenção de equipamentos públicos e na construção e ampliação de outros, como a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h do Matão e os novos centros da Criança, da Mulher e do Idoso.
“Recebemos uma herança pesada, mas com planejamento e muito respeito pelo dinheiro público, conseguimos equilibrar as finanças do município. Desde janeiro de 2017 nossos colaboradores recebem o salário em dia e até mesmo antecipado. As escolas têm merenda de qualidade, nossas Unidades de Saúde não mais sofreram com greve de médicos”, destacou o prefeito Luiz Dalben.

2019
No atual exercício, o desempenho orçamentário da Prefeitura já projeta um superavit pelo terceiro ano seguido. Apenas no primeiro trimestre deste ano, o Resultado Primário foi de R$ 86.106.626,82, valor acima da meta fiscal estabelecida de R$ 54.570.611,72. É importante destacar ainda que, nos últimos dois anos, foram obtidos superavits orçamentários de R$ 30 milhões em 2017 e R$ 3 milhões em 2018, e o orçamento vigente está sendo adequado, para buscar este mesmo cenário em 2019.

Sábado, 20 de Abril de 2019

Veja Também

Centro Cultural Subestação de Sumaré tem vagas para todos os gostos e estilos

O sonho de ser bailarina, ginasta ou dançarina é comum a muitas meninas. O desejo, ...