Sumaré faz Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal na próxima semana

O Departamento de Saúde Bucal de Sumaré realiza na próxima semana, de 22 a 26 de abril, mais uma Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal, oferecendo avaliação gratuita aos moradores acima de 20 anos que comparecerem a qualquer uma das 22 Unidades Básicas de Saúde do município. Não é necessário agendar horário. Devem procurar pela avaliação principalmente os pacientes que possuem alguma ferida na boca ou lábios há mais de 15 dias.
“Há uma vigilância constante em relação ao câncer bucal na nossa rede e todo ano, quando iniciamos a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, os dentistas também intensificam as avaliações bucais nas unidades de saúde, a fim de examinar o maior número possível de usuários. Todos os pacientes acima de 20 anos serão avaliados e, se apresentarem alguma lesão, serão encaminhados ao CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) para investigação”, explicou o secretário municipal de Saúde, Rubens Gatti.

QUALIDADE DE VIDA
“O trabalho do nosso governo quando o assunto é Saúde é trabalhar com a prevenção, que garante maior qualidade de vida aos nossos moradores. Nosso objetivo com mais essa campanha é diagnosticar e tratar precocemente aqueles que porventura tenham algum problema mais grave, aumentando, assim, as chances de cura, além de orientar e conscientizar a população sobre os cuidados necessários para uma vida mais saudável”, incentivou o prefeito Luiz Alfredo Dalben (PPS).
No ano de 2018, sete pacientes foram diagnosticados com câncer bucal em Sumaré. Os principais fatores de risco para a doença são tabagismo, alcoolismo, infecções por HPV e exposição à radiação UVA solar (câncer de lábio). Estudos ainda mostram um risco muito maior de desenvolvimento de câncer bucal em indivíduos fazem uso de cigarros mais bebidas alcoólicas.
“A melhor forma de diminuir a incidência dessa doença é controlar os fatores de risco e, para reduzir a mortalidade, é necessário que haja diagnóstico precoce, por meio do exame clínico dos tecidos da boca. Este exame é realizado obrigatoriamente por um profissional de saúde capacitado e permite identificar tanto lesões potencialmente malignas quanto o câncer em estágios iniciais, possibilitando um tratamento menos agressivo e o aumento da sobrevida”, explicou a gerente de Apoio à Gestão de Saúde Bucal, Cristina Slateff Baldini.

Quarta-feira, 17 de Abril de 2019

Veja Também

Coden termina reparo em adutora e abastecimento volta ao normal

Equipes da empresa de Saneamento de Nova Odessa trabalharam ininterruptamente por 30 horas no conserto ...